sábado, 2 de fevereiro de 2013

Curiosidades - Joy Division




01- Fama de nazista - O Joy Division já possuía um grupo fiel de admiradores, que seguia–os onde quer que fossem e se vestia à maneira austera da Alemanha dos anos 40. O próprio Ian Curtis era fanático por tudo que fosse relacionado a Alemanha.

02- "As pessoas admiravam Ian pelas coisas que estavam matando-o". Descreveu a esposa Deborah Curtis em sua biografia.

03- LP de estréia - "Unknown Pleasures", foi gravado em apenas quatro dias e meio. As letras de Ian Curtis se destacam, em sua expressão máxima do desespero e angústia humana. Quando o álbum foi lançado em junho de 1979, foi saudado pela crítica inglesa como um dos melhores discos de estréia de todos os tempos.

04- Curtis falava obsessivamente da morte em suas canções, a ponto de antecipar seu próprio suicídio em letras como "In a Lonely Place" (Um lugar de paz).


05- A imagem que circula pela Internet de Ian morto não se trata do vocalista. Não há registros fotográficos de seu corpo quando encontrado.

06- O filme "Control" foi apresentado ao público, contando o início do Joy Division até o suicídio do vocalista. O roteiro foi baseado no livro de Deborah Curtis, mulher de Ian e que ali há uma interpretação um tanto particular como esposa. Os membros da banda não contribuiram em praticamente nada, porém afirmaram gosta da produção cinematográfica.

07- Ian morreu no banheiro de sua casa ao som de "The Idiot" de Iggy Pop.


08-  O argumentista de "Control" encontrou-se durante um dia com a amante de Curtis, a belga Annick Honoré, para recolher informação para o filme " Control". Ela aparece no doc "Joy Division" de 2007.

09-  Apesar de Ian Curtis ter mantido uma relação amorosa com Annik Honoré antes de morrer, ela afirmou que eles nunca tiveram relações sexuais.

10- O filme "Control",  foi feito com baixo orçamento e sobre um músico quase desconhecido e esquecido pela grande mídia e que se suicida e de um grupo underground, o Joy Division.

Sam e Deborah, back stages de Control

11- O idealizador, Anton Corbijn revela que nunca imaginou que "Control" viria a ser um sucesso de público e de crítica, trazendo a banda novamente as paradas musicais e atraindo novos fãs.


12-  Os atores que interpretam os integrantes da banda no filme "Control", aprenderam a tocar instrumentos em apenas 2 meses (só o ator Joe Henderson que faz Peter Hook sabia tocar guitarra, mas ainda assim teve de aprender a tocar baixo para encarnar o músico).


13-  Control: Participação de Natalie Curtis no filme - Em uma das cenas finais do filme, de um concerto dos Joy Division (quando interpretam a canção "DeadSouls"), vê-se na primeira fila do público a filha de Ian Curtis, vestida de punk, numa simbólica homenagem ao pai.

14-  A maior parte dos figurantes que constituem a assistência dos concertos dos Joy Division no filme, são verdadeiros fãs atuais do grupo, selecionados pelos realizadores do longa em vários sites de fãs da banda de Ian Curtis.



15- Ele era um homem doente e suicidou-se por causa disso, não por ter problemas conjugais como se costuma dizer”. * Natalie Curtis sobre seu pai, Ian Curtis (Joy Division).]

16- “Ele fazia parte da banda e tinha de passar aquela imagem, é o que todos os músicos fazem”. *Natalie Curtis, sobre seu pai, Ian Curtis nunca sorrir em fotos.

2 comentários:

  1. Nossa,eu adorei essa postagem... Curto Joy Division e gosto tbm do New Order .. Beijos..
    http://isismente.blogspot.com.br/
    Ja estou seguindo seu blog.. ^^

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante!
    Adorei Josi :3
    Parabéns

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...