sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Poetas do Punk - John Cooper Clarke

Ex-junkie, punk e poeta, John é uma das figuras mais importante na poesia punk e literatura punk inglesa  famoso por abrir diversas apresentações de bandas como os Pistols e o Joy Division, e hoje ele inicia mais uma seção no blog destinada a Poetas proto-punk, punk e pós-punk, os famosos poetas do caos! :)

Em concerto no inicio da decada de 80

John Cooper Clarke nasceu em 25 de janeiro de 1949, é um poeta performático inglês.

É classificado com frequência como um poeta punk, havendo logrado reconhecimento no final dos anos 70's, durante o florescimento do movimento punk e depois o pós-punk.

É um poeta bastante famoso na Inglaterra, e "Ten Years In An Open-Necked Shirt" continua a ser sua obra mais popular e bem sucedida. Fez uma aparição no filme "Control - A História de Ian Curtis", recitando um dos seus poemas mais conhecidos, "Evidently Chickentown".

Clarke abriu show de  bandas como os Sex Pistols, The Fall, Joy Division, Buzzcocks, Siouxsie and the Banshees, Costello Elvis e New Order.

Seu set é caracterizado pelas animadas e empolgantes interpretações de seus poemas, geralmente realizada a cappella.
No estilo da dec de 80 e do pós-punk

Ele abriu para o Be Bop Deluxe em sua turnê pelo Reino Unido 1977 e mais tarde para Rockpile em sua turnê pelos EUA de 1979.

No final dos anos 1970 e início de 1980, Clarke teve algum sucesso nas paradas no Reino Unido com o single "Gimmix! Jogue Loud",  e subsequente o álbum "Snap Crackle, Bop".

Muitas vezes referido como "o bardo de Salford", ele geralmente se refere a si mesmo no palco como "Johnny Clarke, o nome por trás do penteado".

Seu primeiro trabalho foi de técnico de laboratório na Universidade de Salford.

 Tendo lançado um punhado de registros no início de 1980, Clarke fez sua apresentação ao vivo com menos freqüência, e passou grande parte da década viciado em heroína.

Mais recentemente, Clarke tornou parte de seu estágio de agir longe de uma ênfase sobre a poesia de desempenho e para mais de um caso de stand-up orientado, mas a poesia ainda é muito uma parte fundamental de seu desempenho.



Ele pode ser visto como atração de apoio em turnês britânicas ou atuando como uma  atração principal em seus próprios shows.

Ele também fez um dueto com um poema intitulado Last Resort com o reverendo Jon McClure em um reverendo eo concerto Makers na propagação de Londres Eagle, que mais tarde foi lançado como o b-side de "Heavyweight Champion of the World" da banda.

 Uma performance ao vivo do mesmo poema "Evidently Chickentown", aparece no filme biografico  de Ian Curtis , "Control" onde Clarke retratar-se em uma recriação de um concerto de 1977, onde ele tocou com o Joy Division, apesar de ter envelhecido 30 anos desde os eventos descritos no filme.

Clarke teve uma "parceria doméstica" com a cantora Nico na década de 1980.


Clarke apareceu em 1982 no documentário musical chamado "Urgh! A Music War", onde realizou a declamação de um poema.
Com Nico

O filme contou com performances ao vivo de artistas main-stream, famosas da época pós-punk e new Wave (The Police, The Go-Gos, Pere Ubu, XTC, Devo), bem como bandas mais obscuras (  Spizz '80, Chelsea), utilizando imagens de concertos por todo o mundo.

Seu poema "Out of Control Fairground" foi impresso no interior único do Arctic Monkeys "Fluorescent Adolescent" CD, que foi lançado em 9 de julho de 2007.

Para muitas pessoas, esta era a sua primeira introdução à obra de John Cooper Clarke.

O poema é também a inspiração por trás de vídeo do single em que briga palhaços. Outro poema foi impresso no interior do 10 "lançamento do single mesmo.

2007,  um revival do poeta por conta do filme "Control"
Alex Turner dos Arctic Monkeys, disse que gosta muito do trabalho de Cooper Clarke e toma inspiração para letras de seus poemas.

Uma versão do seu poema" "Evidently Chickentown", é realizado no início e no final do vídeo para Joy Division" Transmission único ", que mostra John Cooper Clarke ler o refrão e terceiro verso do poema, enquanto descia as escadas rolantes e então andar na Arndale Manchester Centre.

A partir de 2011, Clarke ainda está compondo e tocando, e regularmente faz shows em todo o Reino Unido e no exterior, ele ainda apresenta material de leitura nova, bem como favoritos mais velhos.

Fonte: site oficial www.johncooperclarke.com

Um comentário:

  1. Poetas do Caos no show "Instável" interpreta seu poema "Aliciar Mentes" http://www.youtube.com/watch?v=8YOfR9myll8

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...