quarta-feira, 25 de julho de 2012

LOVE KILLS (Tradução)

                                por Joe Strummer

Saindo da Inglaterra penssndo que você estava se  tomando rei deste mundo
Naquele ônibus que passa pelo México, um amor assassino encontra uma menina doce mexicana

Mas no Mississippi corremos para a sala
Caindo em Dixie, você estava chorando por drogas.

No Alabama gostam de tarifa caseira  sim
Então, nós vamos prendê-lo para presidir o fryin yeah

Mas eu não sei o que é amor
Há outra coisa que me dá arrepios?
Mas se as minhas mãos estão da cor de sangue
Então, eu posso te dizer
certeza que eu posso te dizer
 Amor mata  x4

Você quer ouvir todas as sirenes da cidade afogar a argumentação?
Estamos na ilha de Riker em uma placa de população
Eles não se preocupam com a sua fama

Mas eu não sei o que é amor
Há outra coisa que me dá arrepios?
Mas se as minhas mãos estão da cor de sangue
Então, eu posso te dizer
certeza que eu posso te dizer
Amor mata x4

No Rio Grande eles vão amarrá-lo a uma árvore
Ooh-oh-oh x2
E você não pode chamar o "advogados fazer com que o bordel está dormindo
Ohh-oh-oh x2
Vocês vão ficar fraco
Ohh-oh-oh x2
Eles vão jogá-lo em uma cela, onde você mal consegue respirar

Mas eu não sei o que é amor
Há outra coisa que me dá arrepios?
Mas se as minhas mãos estão da cor de sangue
Então, eu posso te dizer
certeza que eu posso te dizer
Amor mata x4

(desapareça)

 Love Kills (Original)
 

Walking out of England thinking you were king taking on this world
On that bus that goes through Mexico a killer love finds a sweet Mexican girl

But down in Mississippi we rushed into the room
Down in Dixie you were crying for dope

Down in Alabama they like home cooked fare yeah
So we're gonna strap you to the fryin' chair yeah

But I don't know what love is
Is there something else giving me the chills?
But if my hands are the color of blood
Then, I can tell ya
sure I can tell ya
Love kills
Love Kills
Love kills
Love Kills

Do you wanna hear all the sirens of the city drown the arguing?
We're on riker's island on a population board
They don't care about your fame

But I don't know what love is
Is there something else giving me the chills?
But if my hands are the color of blood
Then, I can tell ya
sure I can tell ya
Love kills
Love Kills
Love kills
Love Kills

On the Rio Grande they'll tie you to a tree
Ooh-oh-ohh x2
And you can't call the lawyers 'cause the whorehouse is asleep
Ohh-oh-ohh x2
You people will get weak
Ohh-oh-ohh x2
They'll throw you in a cell where you can barely breathe

But I don't know what love is
Is there something else giving me the chills?
But if my hands are the color of blood
Then, I can tell ya
sure I can tell ya
Love kills
Love Kills
Love kills
Love Kills
(fades out)

sábado, 21 de julho de 2012

Bikini Kill


Uma das bandas femininas que sempre aparecem aqui no Anarcolitico e, é, exemplo para todas as garotas que curtem grunge e punk rock, mas acima de tudo anarquismo e feminismo é a Bikini Kill.

A banda de kathleen hanna e da baterista Tobi Vail, formada em Olympia, a banda seguia as linhas do punk rock, foi uma das criadoras do movimento riot grrrl, fazendo de suas apresentações verdadeiros protestos musicais, com letras feministas  e performaces que chocavam, levantando varias bandeiras de apoio a mulher como a liberdade sexual, de expressão e o direito da mulher de poder ter sua banda e tocar o instrumento que quiser, sem ser motivo de chacota.

Pode parecer estupido e exagero da minha parte dizer, mas a mulher não tinha tantas liberdades no inicio dos anos 90, a sua função em uma banda era de no máximo cantar, batéria nem sonhar. O Bikini Kill mateve-se underground, e recusou contratos com grandes gravadoras e entrevistas com a imprensa de rock mainstream, fez uma grande banda com suas causas e não só vendagens.

Nos anso 70 a primeira onda de mulheres a frente de bandas de rock, as mulheres eram ativas na cena, com presença nas bandas The Slits, Raincoats, Au Pairs, Girls at Our Best, Modettles, Delta 5, Shop Assistants e Liliputs.

Mas essas bandas não ajudavam e divulgavam umas às outras, o que desperdiçava uma oportunidade de promoção do trabalho conjunto das bandas.


No início dos anos 90, as garotas do riot grrrl retomaram a idéia do "faça você mesmo" do punk rock e passaram a surgir várias bandas novas, onde o Bikini Kill fora fruto desse legado, as bandas unidas faziam um movimento em prol delas mesma o que deu força ao movimento.

Revolution Girl Style Now! foi o primeiro trabalho do Bikini Kill, uma gravação feita e lançada em fita cassete pela própria banda, em 1991.trazia as faixas:Candy/Daddy's Li'l Girl/Feels Blind/Suck My Left One/Carnival/This Is Not A Test/Double Dare Ya/Liar.
Reject All American foi o ultimo  álbum de estúdio, lançado em 1996. dou destaque as faixas : "Jet Ski",    "Finale" .

O album "Pussy whipped" segundo da banda é um álbum  também de punk rock com algumas linhas de Hardcore, lançado em 1993.

Neste álbum estar a musica mais conhecida e cheia de energia da banda a "Rebel Girl", além ainda das otimas "Sugar" e "Blood One", as que recomendo ;)

Todas as musicas foram compostas por Kathleen Hanna , exceto as faixas "Tell Me So" (por Bill Chesler) e "Sugar" (por maceo Pinkard).

Faixas: Blood One/She´s Alien /Magnet/Heart Speed/Lil 'Red/Tell Me So/Sugar/Star Boy /Baby Hamster/ Rebel Girl /Star Fish/ For Tammy Rae.



   

domingo, 15 de julho de 2012

Happy B-Day: 15 de julho




O vocalista do Joy Division estaria completando 56 anos de idade hoje, mas cometeu  suicídio por enforcamento em 1980, aos 23 anos de idade.


Marc Bell, mais conhecido como Marky Ramone nasceu em15 de julho de 1956, no Brooklyn, Nova York, tornou-se conhecido por ser o baterista da banda de punk rock Ramones, substituindo Tommy Ramone, que saiu da banda em 1978.

Antes dos Ramones, ele tocou em bandas como Dust e The Voidoids.

Marky tocou nos Ramones de 1978 até 1983, quando ele foi substituído por Richie Ramone, mas em 4 de setembro de 1987 ele volta à banda permanecendo nela até o final, em 1996.




Johnny Thunders (15 de julho de 1952 – 23 de abril de 1991), pseudônimo de John Anthony Genzale Jr., foi um guitarrista, vocalista e compositor estadunidense de rock and roll/punk rock.

Ele foi bastante conhecido no começo dos anos 70, por ser guitarrista da banda nova-iorquina The New York Dolls.

Mais tarde, tornou-se integrante dos The Heartbreakers e, posteriormente, artista solo.


Aniversário também de Redson Pozzi, fundador e vocalista da banda Cólera e um dos mais influentes do punk nacional que morreu ano passado.


sexta-feira, 13 de julho de 2012

Punk no Cinema - 20 Filmes do Gênero mais Rebelde do Rock!

Dia mundial do Rock é nessa Sexta-Feira 13, e pra comemorar do meu jeito busquei na internet uma lista de 20 filmes sobre ou de punk que valem a pena ser conhecidos por aqueles que admiram e curtem o gênero mais rebelde do Rock, e lembrando Hoje tem rock na Praça da Bandeira de Macapá com 20 bandas mais a banda gringa V6, e a festa continua no Domingo (15) com mais 20 atrações e Dr Sin a melhor banda de hard rock do brasil! Vamos de Rock pra comemorar |,,|,


1 - Rock 'N' Roll High School (1979)



Um filme sobre a rebeldia juvenil com uma veia engraçada e tendo o rock-and-roll como principal arma contra a instituição (escola e família) e seus valores morais, o filme conta com pouca produção e, é famoso por ter a particicapação dos eternos Ramones, que participam com músicas na trilha sonora e também ao vivo, interpretando eles mesmos, ROCK'N'ROLL HIGH SCHOLL é o típico filme que todo mundo sabe que existe, mas pouca gente realmente viu (até porque ele continua inédito em nossas locadoras).

Trata-se de uma divertida comédia "nonsense", absurda e com uma mensagem hoje politicamente incorreta até o talo.

Para vocês terem uma idéia, no final, auxiliados pelos seus ídolos punk rockers, os estudantes da Vince Lombardi High School declaram guerra (literalmente!) aos diretores, professores e aos seus pais caretas, explodem a escola e destróem provas, livros e históricos escolares - tudo porque a diretora da instituição ousou combater o rock-and-roll e queimar os discos dos Ramones numa fogueira, à moda nazista!

Como detonar uma escola com sua banda preferida é a proposta do filme!

O filme tinha remake programado para 2010! Porém nada ainda foi lançado.

 2 -Jubilee



 O primeiro filme punk da história  foi “Jubille”, do cineasta Derek Jarman. 

Esse filme faz uma dissecação ultrajante da vida urbana moderna. 

Entremeado por algumas atitudes corretas, o roteiro tem a determinação de chocar a qualquer custo. Fantasia punk de um futuro pós-apocalíptico numa Inglaterra moribunda.  

A rainha está morta, o palácio de Buckingham é um estúdio de gravação e os policiais transam entre si quando não estão quebrando cabeças de jovens.O diretor usava e abusava do humor negro procurando chocar o público em todas as cenas.




3 - Blank Generation (1980)


 Blank Generation conta uma história que se passa durante a cena punk no fim da década de 70. Apresentações no CBGB. Mas de punk mesmo não tem muita coisa. O filme, na real, conta o romance entre um vocalista que está tentando viver da música e uma jornalista francesa que está passando um tempo nos EUA.

O filme conta com cenas reais de alguns idolos do punk como Debbie harry, o famoso Andy Wharol e Carole Bouquet, vale a pena conferir ;)

4 - The Decline of Western Civilization (1981)


Este é o primeiro da trilogia "The Decline of Western Civilization" no Brasil chamado de "Juventude Decadente" outros dá titulo de "O Declínio Da Civilização Ocidental" mas este é um documentário pioneiro sobre o Punk Rock americano.

Inclui apresentações do Black Flag, Circle Jerks, The Germs, Catholic Discipline, surgimento da Revista Slash e outras bandas do cenário punk na virada de 1979 á 1980, este nunca chegou a ser lançado em DVD apenas em VHS e em link da internet, garanto ser um marco dos filmes punk!


5- Ladies and Gentlemen, The Fabulous Stains (1981)

Inspirada por um show dos Ramones, Nancy Dowd escreveu o roteiro onde três adolescentes formam uma banda de rock que sai em tour acompanhando de um grupo glam decadente e uma banda punk inglesa em começo de carreira.

A vocalista Corinne - interpretada por uma Diane Lane muito, muito jovem (e linda) - logo se torna um ícone para as meninas, com seu visual forte e frases de efeito, e ganha fama da noite para o dia, com direito a clones e histeria o filme não é nenhuma obra-prima, mas é divertido, faz uma boa crítica ao culto a celebridades instantâneas e, antes de tudo, é bem punk rock.


6 - Urgh! A Music War (1981)



Dirigido por Derek Burbidge e sendo um item de colecionador pois nunca foi remasterizado em dvd e poucas fitas em vhs estão circulando por ai, este documentário é o nome de um concerto que aconteceu simultaneamente em vários paises e cuja renda era destinada à Anistia Internacional.

Ou seja, foi o primeiro mega concerto de rock simultâneo, alguns anos antes do primeiro Live Aid, com as bandas Devo, Oingo Boingo, Dead Kennedys, The Police, Echo & The Bunnymen, Joan Jett, X, Gary Numan, UB-40, Wall of Voodoo, Cramps e demais bandas, sobre a cena musical alternativa do período, entre pós-punk e new-wave, e contém mais significativamente o registro de shows dessas bandas, um atrás do outro.


7 - Smithereens (1982)


"Smithereens" disseca a cena New Wave de Nova York dos anos 80.

Wren é uma garota suburbana que vai a Manhattan em busca de oportunidades e se envolve com o punk egoísta interpretado por Richard Hell.

O sonho dela é fazer fortuna e se tornar famosa, para isso percorre os mais estranhos lugares da cidade. Filme de estréia da diretora Susan Seidelman, que reconta com energia e verve o velho conto da garotinha ingênua perdida na cidade grande.

8 - Suburbia (1984)


O filme narra a história de um grupo de Punx que devido a conflitos familiares, saem de casa e ocupam uma casa abandonado no subúrbio de LA e acabam sendo rejeitados pela comunidade local e dai ocorrem conflito e mais conflitos, o filme é um dos mais Cult de punk.



9 - Repo Man (1984)



    Dirigido por Alex Cox com Harry Dean Stanton, Emilio Estevez, Tracey Walter.  Em Los Angeles um jovem é contratado para trabalhar como repo man (repossessor), ou seja, sua função é recuperar carros que não foram integralmente pagos.

Em uma de suas missões acaba se envolvendo com um cientista louco, que roubou quatro alienígenas de uma base americana e os colocou na mala do seu carro. Quando uma pessoa abre a mala, simplesmente se desintegra.




10 - Sid and Nancy (1986)


Direção e roteiro de Alex Cox, o filme narra a trágica história de amor e devoção total até a morte sobre o lendário músico Sid Vícious, integrante do Sex Pistols, que tem sua participação menosprezada pela banda, mas levou uma vida mais agitada e fascinante do que todos os integrantes juntos.

Sua vida já tumultuada e autodestrutiva foi potencializada com a chegada de Nancy. Viciados em heroína e tendo eles juntos como uma droga do outro, Sid e Nancy são os ícones perfeitos da geração punk da década de 1970.

11 - Dogs in Space (1987)



Dogs in Space é um filme fixado no pós-punk em Melbourne, em 1979. Foi dirigido por Richard Lowenstein e estrelou Michael Hutchence (INXS) como Sam, o alto consumo de droga e as festinhas, pútrido frontman da banda fictícia a partir do qual o filme leva o seu nome.

No filme, Sam e Tim são os principais membros de uma banda chamada Dogs in Space e compartilha suas casas com vários desvios sociais, incluindo Sam's namorada Anna (Saskia Post), um estudante universitário chamado Luchio (Tony Helou) e uma passageira, e aparentemente sem nome adolescente conhecida apenas como The Girl (Deanna Bond).

12 - Roadkill (1989)


Considerado cult na cinematografia canadense, essa produção do início da carreira do ator e diretor Bruce McDonald - e o primeiro do roteirista Don McKellar -, foi feita com um orçamento ínfimo e rodado em poucas semanas.

Conta a história de Ramona, jornalista incumbida de seguir uma banda de rock que pode perder a data de um show. Os problemas para Ramano começam logo que ela arruma o emprego, dizendo que sabe dirigir, o que não é verdade.

Assim ela contrata um taxista que irá viajar  com ela por milhares de quilômetros.

Nessa jornada ela vai se deparar com uma série de personagens: um assassino em série "em treinamento" (o próprio McKellar, que lamenta exisitir apenas dois tipos de trabalhos no Canadá - jorgador de hockey no gelo e assassino, sendo que ele não sabe patinar no gelo); uma equipe de filmagem em busca de cenas de ação; e um jovem que decidiu ficar mudo porque não tem mais nada a falar na vida. COM PARTICIPAÇÃO DE JOEY RAMONE.

13 - Pump Up the Volume (1990)



Christian Slater é Mark, um rapaz que se muda para uma nova cidade e tem dificuldade de fazer amigos no colégio. A solução é se dedicar a uma rádio pirata instalada em seu quarto Com isso acaba chamando a atenção da moçada. Talvez a trilha mais bacana. Além de “Wave Of Mutilation (UK Surf)” do Pixies traz ainda Sonic Youth, Concrete Blonde, Cowboy Junkies, Soundgarden, Peter Murphy, e Bad Brains tocando "Kick Out The Jams".


14 - What About Me (1993)


Estrelado por "Dee Dee Ramone, Richard Hell (Heartbreakers), Jerry Nolan e Johnny Thunders(ny dolls and heartbreakers), Richard Edson (beach boys) e Rachel Amadeo!

O filme se passa em New York e conta a história de uma moça que perde a familia e vive a vida dura de Ny nos início dos anos 90! Uma abandonada mulher que vagando pelas ruas de Nova Iorque, procura um novo caminho para sua vida após as rebeliões de Tompkins Square. Os punks e figuras das ruas da cidade estão no filme.
A trilha sonora é de Johnny Thunders.

15 - The Doom Generation (1995)



Intenso e violento, "Doom - Geração Maldita" é um filme sobre as loucuras regadas à droga e sexo do jovem Jordan White (James Duval), da garota Amy Blue (Rose McGowan) e do desocupado Xavier Red (Johnathon Schaech).

Percurso de três adolescentes por uma América infernal, Geração Maldita é considerado a versão adolescente de “Assassinos por Natureza”, tendo em sua trilha sonora bandas cultuadas dos anos 90 (como Nine Inch Nails, Coil, Jesus and Mary Chain, Cocteau Twins, entre outros) e um visual bizarro.

16 - Hackers (1995)



 Direção de Iain Softley o filme conta a história de Dade Murphy (Jonny Lee Miller), que com apenas 11 anos inutilizou vários computadores da WallStreet, conta ainda com a participação da jovem Angelina Jolie.

Quando faz 18 anos de idade, Dade esta livre, a  justiça determinou que ele poderia voltar a mexer nos micros, descobre que alguém está com um ambicioso plano que envolve muito dinheiro e irá incriminá-lo.

17 - SLC Punk! (1998)


Filme sobre dois punks que vivem em Salt Lake City.

O filme cobre sua rotina durante todo o dia. 

O realismo do personagem-narrado filme pode ser discutida. Um dos punks fica doente, fica no hospital por três semanas, sai de novo.

Três partidos são cobertos e um concerto, incluindo uma briga entre punks, caipiras e outros. Escrito e dirigido por James Merendino

18 - Joe Strummer: The Future Is Unwritten (2007)


Como o homem de frente do Clash a partir de 1977, Joe Strummer mudou a vida das pessoas para sempre.
Quatro anos depois de sua morte, sua influência se estende ao redor do mundo, mais forte agora do que nunca.
Em "The Future Is Unwritten", da British cineasta Julien Temple, Joe Strummer é revelado não apenas como uma lenda ou um músico, mas como um verdadeiro comunicador dos nossos tempos. Baseando-se tanto a história do punk uma compartilhada e amizade pessoal que desenvolveu ao longo dos últimos anos da vida de Joe, o filme de Julien Temple é uma celebração de Joe Strummer - antes, durante e depois do Clash Escrito por. IFC First

19 - What We Do is Secret (2008)



É um filme-documentário sobre a banda punk The Germs, onde pertenceu Pat Smear, o segundo guitarrista do Nirvana (e posteriormente nos Foo Fighters). Smear participa mesmo como diretor musical neste filme que se centra no percurso de Darby Crash desde a formação da banda até ao seu suicídio cinco anos depois, 7 de Dezembro de 1980 (um dia antes do assassinato de John Lennon).


20 -The Runaways (2010)


Joan Jett (Kristen Stewart) tinha o sonho de montar uma banda de rock, formada apenas por mulheres, isso em 1975.

Ela encontra apoio em Cherrie Currie (Dakota Fanning), que integra a banda, e no empresário Kim Fowley (Michael Shannon).
Com ele as integrantes da banda The Runaways levam uma vida desajustada e, apesar de apresentarem um som cru, alcançam o sucesso graças ao talento de Joan e o visual sensual de Cherie.


Fontes:
http://filmesparadoidos.blogspot.com.br
http://arapongasrockmotor.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...