terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Happy B-Day: John Lydon (Johnny Rotten)!

O  aniversáriante de hoje, 31 de Janeiro é o punk John Lydon, que completa seus 56 anos de idade.

Um verdadeiro vovó punk.

Lydon por toda sua vida sempre foi uma figura polêmica e controversa do punk inglês, mas que serviu de inspiração para gerações vindas depois de 1970 no mundo todo, com seus vocais gritantes e rasgados, além de seu visual rasgado e agressivo, que serviu de referência ao estilo visual punk.

Ele que também é conhecido como Johnny Rotten (Johnny Podre, devido seus dentes estragados) foi  integrante da banda Sex Pistols e da pós-punk PIL (Public Image Limited), obtendo fama e visibilidade mundial com o Sex Pistols, mas devido as brigas internas e os problemas de drogas de Sid Vicious, Lydon sai da banda e fundao PIL, como uma fuga e também como forma de colocar tudo como ele realmente queria e não apenas para chamar a atenção por confussões.

No PIL ou no Sex Pistols as musicas de Rotten são grandes, não deixo de citar " Anarchy in the U.K" e Religion" que para mim são algumas das melhores feitas por ele.




Motörhead: Novamente nas paradas com "1916"


O Motörhead anunciou recentemente que seu histórico álbum "1916", confesso um dos meus favoritos, será relançado em vinil aparti de Março, o disco, que originalmente foi lançado em 1991, chega às lojas em edição limitada e com as mesmas onze faixas da edição original.

1916 é o nono album da longa e extensa discografia da banda, com canções que tornaram a banda ainda mais celebre, como  a unica faixa lenta do disco "1916"(faixa-título), que é uma reflexão sobre a I Guerra Mundial e os assassinatos que lá se sucederam, é uma balada lenta em que Lemmy narra a trajetória de um soldado e seus companheiro, em plena guerra, sem esperança e a morte ao lado :

"Eu ouvi meu amigo chorar,
e ele se ajoelhou
Tossindo sangue enquanto gritava por sua mãe
E eu me ajoelhei ao lado dele(...)

eu estava na lama, e as vísceras e o sangue
E eu chorei como seu corpo esfriou
E eu chamei por minha mãe, mas ela nunca veio"

A presença dos instrumento é bem leve, diferente da sonoridade pesada sempre usada pelo Motörhead.

E a faixa mais famosa: "RAMONES", um tributo digno aos Ramones , que mais tarde acabou gravando-a no disco "Greatest Hits Live" . 

Os Ramones também se apresentaram em seu último show com  Lemmy onde cantaram a canção, momento histórico de registros do rock, que pode ser visto no dvd "Outta Here" do Ramones .

E para aumentar nosso ego,  tem a majestosa " Going to Brazil", feita na segunda vez que Lemmy veio ao nosso pais, uma homenagem ao modo Motörhead (bebidas, cigarros e mulheres).

O álbum alcançou o número 24 nas paradas inglesas e foi indicado ao Grammy de Melhor Performance de Metal em 1992 , mas perdeu para a popular banda Metallica.

Quem sabe agora com o relançamento esse magnifico album alcance  o topo merecido :)

As faixas são respecitivamente:

1.   The One To Sing The Blues  "    
2.  I'M So Bad (Baby I Don'T Care)  
3.     No Voices In The Sky 
4.     Going To Brazil
5.     "Nightmare / The Dreamtime
6.     "Love Me Forever"
7.     "City Angel"
8.     "Make My Day"
9.     " RAMONES "  
10.     "Shut You Down" 
11.     "1916"



fontes:
wikipédia
www.wisplash.net

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Sátira Anarquista

Quanto maior a sua inteligência, maior a sua depressão, por enchergar as coisas como elas realmente são, o saber demais as vezes leva ao tedío, mas é sensato ser um bobão só para agradar e rir???

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ética e Moral entre Blogueiros

Bem quando se é blogueiro, querendo ou não essas duas palavrinhas (Moral e ética), tem que acompanhar a gente, isso só para começar nesse mundão virtual bloguístico, onde a toda hora, textos dos mesmos assuntos são feitos e compartilhados, de diferentes olhares e percepções, massss (puxado mesmo srrsrr), infelizmente ainda existe blogueiros que não conhecem esses dois valores básicos citados no título e fazem do blogar, uma má ferramenta.

Vamos lembrar o que é moral e ética:

moral é relativo aos costumes, um conjunto de regras no convívio social, mas especificamente costumes, e querendo ou não esta ligado a ética que é um conjunto de valores pessoais, que constituímos para nós como algo que nos difere e que nos movimenta na sociedade, que nos da escolha do que é bom ou ruim ao relacionar-se com os outros, são dois valores básico e que também devem vir para dentro de nossas vidas na internet.




Como ter um pouco de moral e ética, entre blogueiros? 

È mais fácil do que parece, ao produzir um texto de outro blogueiro (cite a fonte), ao transformar o texto de outro blogueiro (cite a fonte), ao combinar informações do texto de outros blogueiros (cite a fonte). 

Ou seja reproduzido, transformado ou combinado um texto alheio, sempre deve-se, ter a ética de citar as fontes do seu texto. 

A ética de blogueiro é algo recípocro, comunitário e colaborativo. 


Ética e Moral não são, valores  automáticas de cada pessoas, como uma reação, mas é algo que deve ser consciente.
Nós como blogueiros temos um gosto em comum, que é compartilhar informação, na sua maioria selecionamos asque fazem nosso gosto, porém fazer isso corretamente é dar créditos a quem nos passou a informação, é uma forma de agradecimento.

Para ser blogueiros não contamos com um manual ou um código de o que devemos ou não fazer (moral/ética) mas como pessoas de valores, existem práticas que não é aceitável como: O plágio (Cópiar o texto e seu conteúdo) é infelizmente a mais comum de todas elas, ver um texto inteiro, sem nenhuma modificação, assinado por outra pessoa é no minimo raivoso pra qualquer um.

O plágio é o ato de assinar ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza (texto, música, obra, fotografia,audiovisual, etc) contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os créditos para o autor original.

No ato de plágio, o plagiador se apropria indevidamente da obra intelectual de outra pessoa, assumindo a autoria da mesma.


Ao postarmos artigos interessantes de outros blogs, é de boa índole:
  •     nunca publicar uma cópia integral do post original;
  •     sempre citar e linkar o autor original;





 Bem espero que esse texto tenha sido pelo menos um pouco esclarecedor, tem o minimo, mas acho que todo blogueiro aprende mesmo é com o tempo a fazer as escolhas certas :)


Fontes:

http://www.amigosdecaserna.com.br/ 
Wikipédia
imagem 2: www.in-joy-division.tumblr.com

Da calma veio o Caos - Parte II: Influências e principais bandas Grunge

Sonic Youth, uma das bandas mais influentes para o grunge
Anos 90, epoca dominada inicialmente pelo genero Hard Rock que se estendia desde os anos 80 com bandas como Guns´n´roses e Def Leppard.

Porém com o grunge bandas alternativas e de Seattle tiveram maior dominio na cena musical e na midia mundial.

Agora falaremos das principais bandas grunge e das que tiveram importância pra a cena, mesmo não sendo grunge e outras que foram grande inspiração sonora.


Clinton Heylin, autor de "Babylon's Burning: From Punk to Grunge", citou o Black Sabbath como "talvez a mais forte influência pré-punk na cena noroeste."

O que não deixa de ser verdade, já que Kurt Cobain e outros cantores Grunge era fã aciduos da banda, tanto que a influencia sonora é percepitivel em varias musicas grunge, especialmente no Ni.

O Black Sabbath desempenhou um papel em dar forma ao som grunge, através de seus próprios registros e os registros que eles inspiraram.

Kurt Cobain, jeito grunge e esgrenhado. 
A influência do Led Zeppelin também é evidente, sobretudo no trabalho do Soundgarden, a quem a revista Q observou que estavam "no encalço ao rock dos anos 70, mas desprezando o machismo e o sexismo do gênero."

Embora a banda galesa de rock Budgie nunca fosse mais do que uma banda cult nos Estados Unidos, a sua influência tem sido citada por bandas grunge como o Alice In Chains, Melvins e Soundgarden.

A gravação da banda hardcore punk de Los Angeles Black Flag, "My War", de 1984, no qual a banda combinou o heavy metal com o seu som tradicional, teve um forte impacto em Seattle.

Steve Turner do Mudhoney comentou: "Um monte de outras pessoas em todo o país odiava o fato de que o Black Flag tinha ficado lento… mas até aqui foi muito bom … éramos como 'Yay!' Eles são estranhos e estão fodendo o som."

Turner explicou a integração do grunge de influências do metal, lembrando: "Hard rock e metal nunca foram muito um inimigo do punk como foi para outras cenas.

Em Seattle, foi tipo, 'Há apenas vinte pessoas aqui, você não pode realmente encontrar um grupo para odiar.'

" As bandas começaram a misturar o metal e o punk na cena musical de Seattle por volta de 1984, com a maior parte do crédito para essa fusão indo para o The U-Men.

O som cru, distorcido e o feedback-intensivo de algumas bandas de noise rock tiveram uma influência no grunge.

Entre elas estão o Killdozer, de Wisconsin, e a mais notadamente Flipper, de São Francisco, uma banda conhecida pelo seu lento e sombrio "noise punk."



A mistura do Butthole Surfers do punk, do heavy metal e do noise rock foi uma grande influência, principalmente sobre o trabalho inicial do Soundgarden.

O Soundgarden e outras bandas grunge iniciais foram influenciadas pelas bandas pós-punk britânicas como o Gang of Four e o Bauhaus, que eram populares no início da cena de Seattle da década de 1980.

 Bandas como AC/DC, R.EM. , U2, Velvet Underground, Venon, Scratch Acid, Beatles, Knack, Queen , além da que era recente Vaselines, tiveram vital importância no que foi o grunge, sem a influencia de tais o grunge não haveria se moldado a maneira que foi.

Neil Young tocou em alguns concertos com o Pearl Jam e chegou a gravar o álbum "Mirror Ball" com eles, alguns membros da mídia deram a Young o título de "Dinossauro do Grunge."Por causa da aparceria e apoio a cena grunge.

Este baseou-se em seu trabalho com sua banda Crazy Horse e seu uso regular de guitarra distorcida, principalmente no álbum "Rust Never Sleeps".

Um álbum igualmente influente mas muitas vezes esquecido é "Neurotica" do Redd Kross, sobre o qual o co-fundador da Sub Pop disse: "Neurotica foi um trocador de vida para mim e para muita gente na comunidade musical de Seattle."


Um lançamento seminal no desenvolvimento do grunge foi a compilação Deep Six, lançada pela C/Z Records em 1986.

O registo contém faixas múltiplas de seis bandas: Green River, Soundgarden, The Melvins, Malfunkshun, Skin Yard e The U-Men.

Para muitas delas foram as suas primeiras gravações.

Os artistas tiveram "uma maior parte de som pesado, agressivo, que mesclava os andamentos mais lentos do heavy metal com a intensidade do hardcore".

Como Jack Endino lembrou: "As pessoas simplesmente disseram: 'Bem, que tipo de música é isso? Isso não é metal, não é punk, o que é isso?' [...] as pessoas diziam 'Eureka! Estas bandas têm algo em comum'".

A maioria das bandas grunge surgiram em Seattle porém não se prendeu apenas lá, outras bandas também surgiram fora do Estado de Washington, como a Hole e o L7, ambas de Los Angeles, O Stone Temple Pilots, de San Diego.
 Poucas bandas grunge foram formadas fora dos Estados Unidos.

As bandas formadas fora dos EUA incluem Bush, de Londres, Silverchair, de Newcastle (Austrália).


bandas Grunge:
  • 7 Year Bitch (Seattle), 
  • Alice in Chains (Seattle)
  • Green River (Seattle)  
  • Blood Circus (Seattle)
  • Gruntruck  (Seattle)
  •  Love Battery (Seattle) 
  • Mother Love Bone (Seattle)
  • Mudhoney (Seattle)
  • My Sister's Machine (Seattle)
  • Skin Yard  (Seattle)
  • Soundgarden (Seattle)
  • Fecal Matter (Aberdeen)
  •   Nirvana  (Aberdeen)
  • Babes in Toyland (Minneapolis)
  • Hole (Los Angele)
  • L7 (Los Angeles)
  • Malfunkshun (Bainbridge Island)
  • Melvins (Montesano)
  • Paw (Lawrence)    
  • Pearl Jam (Seats)
  • Screaming Trees (Ellensburg)
  • Stone Temple Pilots (San Diego)
  • Tad (Newcastle)
  • Bush (Londres)   
  • Silverchair (Australia)


No documentário "The Year Punk Broke" sobre a turnê européia do Sonic Youth com o Nirvana em 1991, trás além do Sonic youth, outras bandas que fizeram a cena grunge como Babes in Toyland, Dinosaur Jr e Gumball, Meet puppets, além dos Ramones, referência para toda essa geração.

Dirigido por David Markey, documenta a explosão da cena grunge pelo mundo, traz registros de shows, imagens das loucuras do backstage e a interação com outras bandas americanas, mostrando imagens raras e exclusivas.

O doc mostra o dia a dia das bandas, também fora dos palcos, e como era ser jovem e sujo pelas teias grunge nessa época.

Do começo ao fim, thurston Moore, Kim Gordone e Kurt Cobain estão cheios de ácido falando asneiras, enchendo a cara, chutando lixo e transformando isso em poesia.

Kurt e Thurston Moore



Fontes:
The Year Punk Broke(doc)
"Mirror Ball"- Pearl e Neil Young
Clinton Heylin, "Babylon's Burning: From Punk to Grunge"
wikipédia
www.uol.com/mtv

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Um Tanto Delinquentes

Bem eu gosto de escrever sobre uma banda curtindo seu som, " Indiocidio" bem alto aqui, bora lá! :)

A banda de Hardcore Delinqüentes já é bem conhecida da galera que curte rock no Amapá e tenho visto também ser forte  e visivel influência para aquelas que começam e também de veteranas na cena.

 Tanto dos generos punk/hc quanto de metal, também puderá, com mais de 25 anos na estrada, com um som que já variou bastante, atualmente  tocam um som,  rápido e agressivo de Hardcore, que se mistura com outros estilos desde o Thrash Metal, Punk Rock ate o Alternativo, e com letras politizadas e furiosas.

Apesar dos mais de 25 naos na estrada o primeiro album oficial de estudio só veio em 2000, o disco "Pequenos Delitos", que segundo o blog da banda chegou a receber a nota 9 na revista Rock Brigade (SP), sendo também considerada pela revista como um dos melhores lançamentos daquele ano.

Tive a oportunidade de ve-los tocar três vezes em Macapá, (Festival quebramar 2009, grito rock 2011 e no aniversário do Garagem Universitária), mas a banda já é chegada na capital amapaense.

 A primeira vez que pisaram nas terras tucuju foi em 2005, seguido de 2009 no festival Quebramar, foi ali que conheci a banda e me surpreendi e muito, admito que estava muito ansiosa para ver só o Ratos  de Porão e não esperava muito das bandas que participavam do Festival.

 Algumas do Amapá, de Brasilia, a mesmice de sempre, mas o peso e furia de Jayme Katarro nos vocais e a sonoridade pesada, não passou despercebido, uma apresentação de peso, que recordo bem. 

Vieram ainda 2 vezes em 2011, no Grito Rock, onde cantaram antigas musicas da banda e  faixas do atual disco "Indiocídio" ,  além de um cover do Sepultura, um show "punk ", com roda de pogo e muita adrenalina, mas o melhor mesmo foi  no evento de 1 ano do Garagem Universitária, que acontece na Unifap, onde a banda se apresentou abrindo para o Garotos Podres, noite que ficará para sempre na memória dos amapaense e na história do rock local, no outro dia era só os ematomas e o sorriso de canto a canto. 

Atualmente, a banda prepara novas musicas e continua na divulgação de seu segundo albúm de estudio "Indiocídio", em Dezembro de 2011  a banda levou ainda o prêmio de "melhor videoclipe" Ná Figueredo no Noites com Sol, com o clipe da faixa 17 "Pescador", uma canção tipica paraense de autoria do Mestre Lucindo e regravada pelo Delinquentes. 

A formação atual da banda conta com:
Jayme “Katarro” noVocal
Pedrinho na Guitarra
Pablo Cavalcante no Baixo e backing vocal
Raphael Lima na Bateria e backing vocal

É esperar para ver novamente a banda em Macapá :)

Delinquentes no Garagem universitária (Foto: perfil da banda no Facebook)





Fontes:
facebook da banda
www.delinquenteshc.blogspot.com

Neil Young:" As Musica Atuais me Fazem Raiva"

Que a musica atual é a pior que já existiu na história, isso não é novidade, conseguiu ser pior até mesmo que a feita nos anos 80.

  È só observar a quantidade de hits, sem noção algumas e qualidade que pipocam a toda hora, nas radios e meios de midias, o desastre é tanto que artista como o popular Michel telo, chegou a está concorrendo e acima de bandas que tem um passado tido por muitos de qualidade como a banda mundialmente famosa Coldplay e a musa pop Adele, não vou entrar em questão dos dois, pois nenhum me agrada tanto ou conheço, talvez um pouco de Coldplay, mas não tanto para criar uma critica ou elogiar seu trabalho de maneira merecida, não vou entrar nesses meritos.

Porém os abusos e desvalorização da musica atual em termos de qualidade sonora e conteúdo, tem decepcionado a muitos , até mesmo quem já faz musica a decadas como o cantor e guitarrista canadense Neil Young, o "Dinossauro do Rock" (devido sua extensa discografia solo e que já foi considerado o 17° melhor guitarrista do mundo pela revista  Rolling Stones), fez declarações polêmicas sobre a qualidade das músicas atuais.

Disse ele: "Eu estou achando que tenho um pouco de problemas com a qualidade do som das músicas de  hoje eu não gosto delas. 

Elas só me fazem raiva, não tem qualidade nas músicas atuais, mas nós estamos no século 21 e temos o pior som que já tivemos antes.

É pior do que um 78 (rpm record). Onde estão os nossos gênios? o que aconteceu?"

O roqueiro de 66 anos de idade, afirma que o MP3 utiliza apenas o recurso de 5% dos dados de um arquivo mestre original, que ele vê como um grande problema, se comparado com a qualidade de um vinil.

Atualmente Neil Young segue carreira com seu mais recente álbum de estúdio é Le Noise (2010).

O cantor deve lançar mais um disco com a banda Crazy Horse este ano de acordo com o site NME.  

Young disse ao Music News que também está se empenhando no novo album,  ainda sem data definida.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Vale a Pena Ver: Três Acordes de Cólera (Documentário)



Já faz alguns meses que  o vocalista da banda Cólera, Redson Pozzi, nos deixou.

Pozzi, que faleceu após uma parada cardio-respiratória no dia 27 de Setembro,  de forma inesperada e foi uma apunhalada a cena punk, bem lembro que ano passado havia uma grande comoção que a banda poderia ser, o proximo " mito" punk a vir em Macapá, logo após o Show dos Garotos Podres no Garagem Universitária, era o que mais se falava, afinal tivemos Ratos de Porão, Mukeka di rato e até Garotos Podres, logicamente que pra fechar esse ciclo punk/HC, faltava uma das maiores bandas punk brasileiras, o Cólera, mas infelizmente o destino nos presenteou com a triste fatalidade, chegaram a passar em Belém, mas nunca a pisar em solo tucuju. 
A morte de Redson, causou comossão entre seus fãs na internet, e na ocasião houve espanto das grandes mídias e massa, quando a triste notícia ficou entre os principais "trend topics" em sites de busca e redes sociais, nada surpreendente para quem vive, ou viveu, e está sempre procurando noticias da cena underground/punk e sabe e conhece o pioneirismo do Cólera e de Redson.

Agora para suprir um pouco da falta da banda, temos o documentário: "TRÊS ACORDES DE CÓLERA", produzido durante a conclusão de curso de Paula Harumi e Thais Heinisch, duas estudantes de comunicação social da PUC e fãs da banda, no ano de 2005 foi exibido pela TV PUC e agora disponibilizado no YOUTUBE.

O documentário é uma boa oportunidade para os que queiram se lembrar (ou inteirar-se) da importância da banda para a cena underground brasileira, e para aqueles que só ouviram falar de Redson e Cólera após sua morte, à qual todos nós, independente de opções estéticas, devemos respeito.

Uma banda que conseguiu ser independente por 30 anos sem precisar de apoio das grandes midia ou dinheiro de leis de incentivo. 

Honestidade autoral, integridade artística e coerência ideológica esse foi o Cólera.

Fontes:
www.valepunk.com
terceiromundohc.blogspot.com

Sátira Anarquista


Violência Policial em Pinheiro

Precisa explicar?

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

"O que nós somos?"


È com essa pergunta que continuo a falar da atual situação na internet, e a onde nossos lideres e governo, vai nos levar?
A guerra só está começando meus amigos, tudo começou visivelmente, lá no caso Wikileaks, muitos ignoraram e esqueceram da imundice causa pelos nossos governantes globais (novamente), expostos nos documentos que o site Wikileaks liberou na época, com a midia visando só o caso de estupro de Assange, vemos com a grande massa é dominada por um aparelho de TV e falsas informações disseminadas a todo momento, mas quem liga né, desde que nossas vidinhas continuem  as mesmas.

O fato maior é que a sociedade visivelmente caminha para a Terceira Guerra Mundial, e nosso "lideres" parecem não dar a minima para isso, usam dos mesmo argumentos da "Guerra do Vietnã" e de tantas outras: " estamos apenas defendendo a nação", é , e matando sem nenhuma explicação e escondendo as reais situações.

E a chamada "guerra virtual" vai seguindo, agora com o caso SOPA e PIPA , mas uma coisa eu digo, pode parar por um tempo os conflitos na rede virtual, mas as próximas batalhas serão piores, o governo não perdoa quem vai contra o "sistema", mas o inimigo atual é sábio, oculto e pior, ganhou o gosto popular como a figura dos quadrinhos de Alam Moore.

O grupo Anonymous, demonstrou seu poder, mais uma vez essa semana. Eles disponibilizaram parte do acervo da Gravadora Sony para download gratuito, tanto em áudio quanto vídeos.

O grupo disponibilizou em uma página simples na web links para download da discografia completa de vários artistas que possuem contrato com a Sony, por exemplo: Alicia Keys, Bruce Springsteen, Carrie Underwood, Franz Ferdinand, Jennifer Lopez, além das trilhas sonoras de "Glee" e outras trilhas feitas pela gravadora.

Na página, também é possível encontrar links para alguns dos filmes de maior sucesso produzidos pela Sony, em ordem de ano de lançamento, a partir de 2000. 

A maioria dos links remetem a arquivos Torrent, o que facilita a disseminação e o compartilhamento do conteúdo, mas é possível encontrar arquivos para download direto, em serviços de armazenamento de arquivos online.

A iniciativa do Anonymous é mais uma resposta ao fechamento do Megaupload. 

Questionando se o grupo não está exagerando, digo por minha propria opinião que não, apartir do momento que o grupo não fere fisicamente nenhuma pessoa, apenas os bolsos dos senhores mercantis, estou de acordo com tais iniciativas, a internet devia ser um local de socialização e de livre informação, sei que artistas escritores, cantores sofrem com a pirataria, mas acho muito difícil retarda a situação que se encontra hoje, não é fechando sites e prendendo seus proprietários bruscamente, que a coisa vá mudar, apenas vai causar o desgosto popular, como está acontecendo.

Muitos artistas já concordam com o livre Download de suas musicas, além do que muitos artistas só são grandes graças a propagação e divulgação na internet e muito ou tudo se deve aos livre Download.

Cada um tem o direito de concordar, ou não, mas se a sociedade fosse mais igualitária e socialista, creio que as coisas seriam bem melhores, para nós da grande massa ( e muito ruim aos donos de fortunas srrs).

Fique atento pois a possível volta do Megaupload, que está sendo divulgada por redes sócias, na verdade seria um vírus e os links disponíveis pelo anonymous  segundo alguns sites, pode levar a cadeia quem baixar.

Diversos outros serviços de compartilhamento de arquivos, como o Fileserve e o Mediafire tiveram seus arquivos deletados, outros foram desativados, sem maiores explicações, é a censura meus amigos.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Mafalda Mafaldinha

As vezes as pessoas se esquecem das reais problemas da sociedade e passam a cuidar e incomodar-se com a vida , o jeito, e o visual ou foto dos outros, e acabam sendo mais  futeis, do que quem deveria ser.Fica a dica ;)

sábado, 21 de janeiro de 2012

Ditadura e Censura, será esse o Futuro?

Desde a ultima Segunda-feira (16 de janeiro) as coisas no mundo virtual andam pegando fogo, estou acompanhando desde o inicio da Chamada "Guerra Virtual", buscando em vários sites, e deixando de acompanhar as falsas informações do facebook e de sites massificados, que a todo momento são compartilhadas informações, sem ao menos serem verdadeiras, como a de que a lei foi "vetada por OBAMA" e que "desistiram da lei".

Acodem meus amigos ingênuos, a primeira é uma forma de alavancar a candidatura de OBAMA explicitamente, a segunda é a forma de fazer-nos esquecer do assunto, como as grandes mídias fazem e tenta encobrir a real situação.

Desde que começou a suposição de ser aprovada a Lei anti-pirataria PIPA e SOPA, todos tem mostra seu descontentamento com tal absurdo, mas foi apenas na ultima Quinta-feira que as coisas ganharam proporções maiores, com o ataque do grupo de hackers Anonymous, com 5.635 participantes no mundo todo, que voltou à ativa na noite de quinta (19), munidos de um discurso de vingança.

Pouco tempo depois do site de download, Megaupload.com ter sido retirado do ar pelo FBI, acusado de pirataria, onde foram presos quatro executivos responsáveis pelo site, e outros três diretores do endereço que serão processados, por supostas acusações que ainda não se confirmam verídicas.

A acusação é de que o site lesou proprietários de direitos autorais em mais de US$ 500 milhões ao abrigar contéudo pirateado como filmes e músicas.

o grupo atribuiu a si os ataques que desativaram os sites da Justiça Americana, Universal Music, Associação Cinematográfica (MPAA) e da Associação da Indústria de Gravação da América (RIAA).

O proximo alvo seria o site do FBI que foi derrubado as 22h50mim da noite de Quinta.

No perfil do grupo no Twitter (@anonops), eles comemoravam a queda do site FBI.gov com a expressão "Tango down", usada por soldados para dizer que o inimigo foi morto.

Lembrando a você que talvez não saiba o SOPA, é um enorme  projeto de legislação de censura na internet, e se for aprovado, colocara em risco sites e blogs como esse, só por ter alguma ligação a um site pirata, ou o simplesmente com o Wikipédia,shared e etc .

Enquanto se diz que o objetivo do SOPA é a luta contra a pirataria na internet, os poderes que lhe confere a governos e corporações da elite vão muito além questões de direitos autorais, é uma verdadeira retaliação e censura ao livre navegar e baixar na internet.

O que mais falta para tornar mais óbvio que o século 21 será marcado pela volta da ditadura?

È só lembrar do caso recente Wikileaks.


O fundador do site WikiLeaks, o australiano Julian Assange, entrou na lista de procurados da Interpol (polícia internacional) após a Suécia ter emitido uma ordem de prisão internacional contra ele por acusações que incluem estupro e assédio sexual.

Na Suécia praticar o coito sem camisinha é considero estupro leve, então por que ganhou tamanhas dimensões e a perseguição da Interpol ???

Ele negou as acusações e alega que o caso é apenas uma estratégia para desmerecer as revelações feitas por seu site, que caiu como uma bomba na cabeça das maiores autoridades do mundo.

O Wikileaks é um site conhecido por divulgar documentos sigilosos do governo, principalmente EUA.

Embora no ar há alguns anos, ele ganhou destaque nos últimos anos, ao levar a público documentos da inteligência americana sobre o Iraque e,  mais de 250 mil documentos secretos do Departamento de Estado dos EUA. Os documentos abrangem um período que vai de 1966 até fevereiro de 2010.

O caso tem sido abafado como pode pela justiça, em 7 de dezembro de 2010,  Assange se entregou para a polícia britânica, o pedido de fiança foi negado e ele deve continua sob fiança, até que o Reino Unido decida se vai extraditá-lo (pena de morte certa no seu pais Suécia) ou não.

A situação é que nada mais se fala de Assange.

Voltando ao Caso SOPA e PIPA, as empresas mercantis e gananciosa de entretecimento dos EUA que apóiam o projeto são: The Walt Disney Company, Universal Music Group, Motion Picture Association of America, Recording Industry Association of America, Wal-Mart, Toshiba, Time Warner e CBS entre outras.

Algumas, porém retiraram seu apoio, a exemplo: Eletronic Arts e a Sony.

O Megaupload contava com o apoio de várias celebridades da música. Talvez por esse motivo, os "chefes" não devem ter aprovado a propaganda que estava sendo veiculada com os vídeos, como do Kanye West, em que ele diz que gosta do Megaupload por esse a maneira mais rápida e fácil de compartilhar arquivos.

As bandas The Lonely Island, OK Go, Daniel Lorca, os membros da banda MGMT,  Jason Mraz, Tony Hawk, entre outros, pedem em carta aberta ao publico "extrema cautela" ao Congresso para que "a Internet livre e aberta (...) não se torne num dano colateral deste processo".

Em um post no site AnonOps Communications, a organização hacker anuncia que este será o maior ataque de todos os tempos e reforça que a intenção é acabar com a SOPA e o abuso de tais senhores.Lembrando que eles participaram de ataque na epoca do Wikileaks, ganhando dai, notoriedade.

O assunto "The Internet Strikes Back" (algo como, a internet dá a revanche), que faz referência aos ataques.

 A situação atual, na verdade, é reflexo das mudanças que precisam ser feitas para comportar uma nova estrutura que eles querem introduzir, de dominação total.

Antes de se construir um edifício, é necessário preparar o terreno.

Em outras palavras, com a aprovação do SOPA e PIPA, o governo terá maior poder em sua mão para controlar a vida das pessoas.

Controlar a Internet é trazer novamente a censura, contra a qual muitos lutaram no passado.

DITADURA E CENSURA, NÃO!



FONTES:

http://danizudo.blogspot.com
http://www.rtp.pt/noticias
http://sites.levelupgames
http://exame.abril.com.br

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Protesto na Internet

O Protesto na internet, contra a lei anti-pirataria tem rendido assunto, mas se você não entendeu o que é o SOPA, veja aqui.

Os projetos de lei antipirataria norte-americanos Stop Online Piracy Act (Sopa ou no português "pare com a pirataria on-line") e Protect IP Act (Pipa "ato para proteção da propriedade intelectual") do Senado americano, causou uma onda de protestos de vários sites e empresas de internet principalmente dos Estados Unidos.
Ambos os projetos de lei visam combater a pirataria na internet.

O PIPA deverá será votada pelo Senado norte-americano no dia 24 de janeiro.

O SOPA ainda está sendo avaliado por comissão na Câmara.No SOPA, a proposta é ter penas de até 5 anos de prisão para os condenados por compartilhar conteúdo pirata por 10 ou mais vezes ao longo de 6 meses.

Os sites como Google e Facebook, por exemplo, também poderiam ser punidos pela acusação de "permitir ou facilitar" a pirataria. A pena seria o encerramento dos serviços e banimento de provedores de internet, sistemas de pagamento e anunciantes em nível internacional.

Pela lei, qualquer site pode ser fechado apenas por ter conexão com outro site suspeito de pirataria a pedido do governo dos EUA ou dos geradores de conteúdo

Na maneira popular  de explicar a SOPA perde ordens judiciais contra os serviços free de busca e conhecimento, além do compartilhamento livre de arquivos na internet.
Ferramentas de busca como o Google, teriam que remover dos resultados das pesquisas endereços que compartilhem conteúdo pirata, correndo o risco de punição.

Se a lei SOPA for aprovada:

- Fim de Pirate Bay ( download de filmes, seriados, desenhos, livros, etc.)
- Fim comunidades de compartilhamento de música (restarão só os pagos)
-Corte em 70% do conteúdo exibido em pesquisas do Google.
- Abolição dos sites MegaUpload, 4shared e RapidShare e outros de download Free
- Fim de rede de torrents
- Abolição do Wikipédia
- Fim do Yahoo Answers

As propostas têm apoio de algumas emissoras de TV, gravadoras de músicas, estúdios de cinema e editoras de livros, que se sentem lesadas com a livre distribuição de arquivos na web, principalmente em servidores internacionais a exemplo: Disney, Universal, Paramount, Sonyx e Warner Bros, apoiam esses projetos.
.
Já em oposição, cerca de sete mil sites cessaram seus serviços desde a ultima quarta-feira (18/01), empresas de tecnologia como Google, Facebook, Wikipedia, Craigslist, WordPress, entre outros, são contra os projetos de lei, alegando que, caso aprovados, eles teriam menos liberdade da internet e dão poderes em excesso para quem quiser tirar os endereços do ar, prejudicando o funcionamento da web em todo o mundo.

Alguns dos sites mais acessados na Internet ameaçaram tirar suas páginas do ar temporariamente, um protesto que tem sido chamado de blackout.


O blackout já foi feito por alguns sites, incluindo alguns brasileiros. Entre eles, estão Wikipédia, Idec, A2K Brasil, Cultura Livre, CTS Game Studies, Estrombo, Observatório da Internet, Open

AOL, LinkedIn,  Facebook, Twitter e Zynga devem aderir ao manifesto.

Os críticos dos projetos afirmam que a legislação poderia servir como uma arma de censura de direitos autorais, já que afirmam que qualquer site que o governo dos Estados Unidos entenda como distribuidor de conteúdo pirata pode ser bloqueado.

A Casa Branca criticou os projetos de leis, divulgando um comunicado em que reconhecem a necessidade de controlar a pirataria online, mas criticam a SOPA e a PIPA por serem muito amplas.


Fonte:

www.techtudo.com.br/.
g1.globo.com
www.informationweek.itweb.com.br

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Blink-182: Os Garotos Cresceram

Blink-182 a banda de San Diego, Califórnia, formada em 1992 por Tom e Mark como uma forma de diversão e molecagem, usando uma guitarra encontrada no lixo e com ensaios numa garagem, os meninos do Blink alcançaram o sucesso em meados de 1999 com o lançamento do álbum "Enema of The State". 
loggo lançado no facebook da banda pra comemorar os 20 anos

 Apartir dai, marcaram presença na história do rock, com letras e videos pra lá de divertido e com influências do punk rock e hardcore, serviram de inspiração para bandas do mundo todo, apesar de ser uma banda jovem o blink tem bagagem, e em 2012 completa 20 anos!!!


A banda teve um hiato de 2005 a 2009, por conta de algumas desavensas dos integrantes.
Muitos, até mesmo eu, não acreditava em uma volta da banda.

Nesse periodo de hiato do Blink, Mark Hoppus e Travis Barker se envolveram no bem sucedido projeto musical  +44, cujo o unico albúm de estudio foi, "When Your Heart Stops Beating",  de 2006 . 

Na canção "No It Isn't", feita por Mark  Hoppus para o antigo amigo de banda Tom Delonge, contém trechos polêmicos como: "por favor entenda, isso não é apenas um adeus, isso é um eu não agüento você", explicando assim na entrelinha o motivo da separação do Blink-182. 

Tom Delonge também seguiu seu rumo com a criação do Angels and Airwaves. 
Seu primeiro álbum de estúdio, "We Don't Need To Whisper" foi lançado em 2006. 

As farpas na midia não foram evitada e Mark comentou sobre o álbum da banda de Delonge em uma entrevista como: " Tudo longo e repetitivo demais. Eu sempre amei a simplicidade das composições e letras do Tom, mas esse disco soa forçado e pretensioso demais".Criando uma distancia ainda maior nos membro do blink.

O Engraçado é que a diferença das duas bandas originadas do Blink nesse tempo de separação era tanto, que enquanto o Angels and Airwaves fazia covers de canções mais serias do Blink-182 como: "Down" e "I Miss You",  em contra ponto  o +44, fazia  covers de canções sarcasticas e divertidas como: "Dammit", "The Rock Show" e "What's My Age Again?".


Travis Barker em entrevista acusou Tom de ter sido o causador tanto das brigas entre os integrantes, quanto do fim do Blink, dias depois em outra entrevista ele chegou a se emocionar, afirmando que Tom nunca mais falou com ele nem com o Mark.A situação era tensa e desagradável em encontro dos integrantes de um lado Tom e do outro Mark e travis.

Quando ninguém mais esperava eis que surge o inesperado, apartir claro, de uma tragedia que ocorreu com o baterista Travis Baker, que quase veio a falecer por causa de um acidente aéreo.O fato foi tão marcante e triste que Tom reatou laços com os antigos amigos.

fevereiro de 2009 durante a cerimônia do Grammy Awards, Hoppus anunciou o retorno do grupo, fato confirmado por uma mensagem deixada no mesmo dia no site oficial da banda.

O logo da banda também foi atualizado, para dar partida a essa nova fase do Blink, com um novo visual cromado e agora com seis flechas ao invés de cinco.

Em 2011, a banda brindou os fãs com um disco novo e cheio de vigor, que não deve em nada aos antigos disco lá de trás do Blink-182.

O novo álbum, intitulado "Neighborhoods", foi lançado em 27 de setembro de 2011, e como  primeiro single , veio com a canção "Up All Night" agora também com video recém lançado.

Esses 20 anos marcam a continuação de um projeto que veio da bagunça e diversão de moleques e agora maduros os mesmo moleque soam tão jovens como antes ... Parabéns Blink :)




Fonte: wikipédia

Dercy Gonçalves:O que você não viu na Minissérie

no inicio da carreira

Dercy Gonçalves, que recentemente, foi homenageada pela Rede Globo, na minissérie "Dercy de Verdade", protagonista de uma carreira repleta de tropeços e recomeços, de rejeição e de muita alegria, e carisma que ela sempre carregou.

Dercy ficou com marcas eternas da rejeição que sofreu na sua cidade, em vários momentos da sua vida.
A sua história coincide com toda a história recente do país, afinal, quando nasceu, em 1907, vivíamos a república do café-com-leite e Machado de Assis ainda era vivo.

Sua arte enfrentou duas ditaduras, a de Getúlio e a dos militares, e suas respectivas formas de censura. Morreu no governo Lula, em um mundo completamente transformado.

Não é exagero dizer que ela própria sintetiza a trajetória do povo brasileiro, uma cidadã de baixa formação, que só chegou a cursar o primário, porém que muito aprendeu na prática, na luta por sobrevivência, e driblou as infinitas dificuldades com criatividade e uma energia para trabalhar que conservou até a morte.

Mas há um abismo considerável entre a Dercy da minissérie dirigida por Maria Adelaide Amaral e a Dercy biografada pela mesma sMaria Adelaide Amaral.

Mesmo narrando a própria vida com satisfação,  Maria Adelaide optou por escrever o livro em primeira pessoa, o que nos passa a sensação de estar ainda mais perto da atriz -, é impossível não perceber que existe uma mágoa no seu discurso, que não remete à raiva, mas, sim, à tristeza.

A Rede Globo optou por um programa de entretenimento, como já era de se esperar, e focou, sobretudo, no lado cômico da artista, priorizando não só seus momentos no palco, mas também episódios cômicos da sua vida.

Em muitos, inclusive, exagerando e recriando. Certamente, ser lembrada por seu trabalho, sua comicidade e sua luta, pela ótica que revela uma brava heroína, fosse o que a própria Dercy preferisse.

Aliás, esse recorte tem sua parcela de verdade, mas é apenas um recorte – assim como a biografia também não passa de um recorte triado pelas próprias lembranças da atriz e moldado pela percepção da escritora.

O que, no entanto, é inegável, é que a Dercy do livro é muito mais complexa e passou por situações que o público da TV nem desconfia.

Aproveitando o momento de visibilidade da artista e o relançamento de Dercy de cabo a rabo, em edição revista e ampliada, pela editora Globo, vale apontar algumas razões para conhecer melhor essa história:

 Desde sua origem, a vida lhe foi difícil. Sua família, aliás, serve como boa radiografia dos nossos valores naquele tempo e que até hoje não mudaram satisfatoriamente. Um pai autoritário, uma mãe traída, irmãs recatadas, muitas das quais se empenharam em casamentos infelizes, mortes precoces, moralismo, falta de diálogo e incompreensão.

Ao contrário da representação cômica que a minissérie deu para as incursões de Dercy na análise, a terapia foi muito importante para ela tomar consciência de vários traços de sua personalidade e da forma como agia, ainda que não tenha servido para mudar isso.

O tratamento permitiu que ela revisitasse a infância e entendesse melhor o seu próprio percurso, além de ter colaborado para que se tornasse uma pessoa menos bélica.
Também foi através da psicanálise que descobriu que era cleptomaníaca.

 Mesmo que tenha lançado luz sobre o Teatro de Revista, gênero em que a atriz se destacou, e aos locais frequentados por ela no início de sua carreira, a retratação que a TV fez desse universo em que estava inserida, de lugares como a praça Tirantes, ficaram muito aquém de tudo que é apresentado no livro, sobretudo pela brevidade do programa televisivo e por suas opções estéticas que, aliás, foram as mais clichês possíveis.

 A atriz enfrentou dificuldades pontuais que vão além da mera reprovação. Estava na Venezuela quando ocorreu uma revolução e golpe, em 1948, e ficou sem ter como voltar para o Brasil (uma de suas girls ficou como cárcere do General Marcos Péres Jimenez quando a companhia partiu); foi estuprada, com mais de 70 anos, por um proprietário de um jornal de Londrina; levou o maior susto nos Estados Unidos por ter aceitado um convite de um ex-jogador do Fluminense que, junto com uns amigos barra pesada, levou a atriz para um galpão em uma área deserta de Nova Jersey.

Com uma frase, ela sintetiza bem a sua postura diante de fatos como esses: “levei muitos sustos, mas procurei não sofrer”.

Teve 1 filha, fez 8 abortos e não se arrependeu de nenhum deles. Criou sua menina com muito empenho, mas sabia que não tinha estrutura financeira e emocional para ter muitos filhos.

Também sabia que colocar crianças no mundo sem a pretensão de dar suporte era convidá-las a uma existência de sofrimentos e dificuldades, afinal vinha de uma família de muitos irmãos, pouca assistência e nenhuma estrutura.

Há quase um século atrás, Dercy defendia que só ela iria decidir sobre a sua vida e, na vanguarda da discussão, já não queria saber do Estado atuando no controle dos corpos.

A morte demorou a alcançá-la –morreu com 101 anos, em 2008 -, porque ela não dava brecha.

Não remoia sofrimento, nem achava que violências ou doenças poderiam ser mais fortes que ela. Enfrentou um câncer como se fosse uma gripe, fez o que tinha de ser feito e não pensou em nenhum momento que não sobreviveria.

Aliás, aos 87 anos, quando narrava sua vida para Maria Adelaide, a atriz declarou: “A morte, pra me pegar, vai ter que correr muito atrás de mim. Ou tem que esperar o espetáculo acabar”.Correu muito ainda, mais de 14 anos.

 Fonte:

http://www.revistacontinente.com.br

domingo, 15 de janeiro de 2012

Dia de Mafalda


Napoleon Dynamite: Looser e apaixonante

Uma dica de filme Cult, divertido e muito tocante, pra quem adora ver um nerd, nos cinemas é o filme Napoleon Dynamite, longa-metragem de comédia .

Napoleon Dynamite é um filme de 2004, feito pela MTV e Twenteen Century Fox que mostra a vida de um jovem,  como você ver ai na foto dentuço, magrelo e muito estranho, que vive na pequena cidade de Preston, Idaho com a avó e o irmão mais velho desempregado e nerd, do tipo que fica o dia todo na frente do Pc, em site de relacionamento.

Na ausencia da avó de Napoleon , seu tio Rico, antigo jogador universitário de futebol americano, também desempregado que vive numa van chega para assumir a responsabilidade na casa.

O convivio com o tio chato, a candidatura do amigo mexicano de Napoleon na Associação da estudantil e o baile da escola, são o enredo das aventuras do nosso personagem.

 Napoleon Dynamite, o protagonista da história, é um estereótipo adolescente Geek, looser ou nerd, de aparência que lembra o clipe "Firty Date" (Blik-182) e os carinhas do Weezer.

Napoleon  adora desenhar, mesmo mal, criaturas como o Ligre (junção de leão com tigre), que ele descreve como "seu animal favorito, criado para as suas habilidades mágicas". 

Seus unicos amigos são Pedro e Deb :  Pedro Sanchez,  um mexicano estranho, novo aluno na escola de Preston que logo no seu primeiro dia conhece Napoleon, com quem cria uma amizade. 

A sua candidatura para presidente da associação de alunos torna-se a história principal em boa parte do filme. 
   Deb, é uma tímida e desajeitada menina, que tem um possível interesse amoroso por eNapoleon. 



Ainda o engraçado, Kip Dynamite, o imão mais velho de Napoleon. Desempregado, passa muitas horas por dia em salas de chat conversando com meninas.  É assim que conhece a sua namorada virtual, LaFawnduh Lucas.

Kip interessa-se por aprender artes marciais e se auto-denomina o rapaz com melhores reflexos da cidade. Após conhecer LaFawnduh pessoalmente, Kip muda radicalmente o seu estilo, ficando com um visual de rapper só para agradar a amada.

Tio Rico, é o tio de Napoleon. Na primeira vez que aparece no filme, ele está num campo desconhecido onde está estacionada a sua van, onde ele vive.
É um antigo jogador universitário de futebol americano que nunca conseguiu alcançar a carreira profissional. 

Pedro, Napoleon e Kip
Tem a estranha esperança de conseguir viajar no tempo e voltar ao ano de 1982 para tentar outra vez ser um jogador profissional. 

Rico tenta vender Tupperware e ervas para o aumento de seios, para obter dinheiro suficiente para comprar uma máquina do tempo.

 Dentre as curiosodades do filme de cara temos o nome "Napoleon Dynamite" que é um pseudónimo usado pelo cantor Elvis Costello na capa do álbum "Blood and Chocolate". 

Jared Hess diretor do filme, negou que esta fosse a origem do nome e disse que na verdade o nome tinha sido de um velho italiano que ele conheceu em Chicago e que esta conexão com Elvis Costello foi apenas coincidência.
A personagem "Kip" foi baseada na idéia do irmão mais novo do próprio Ruell.

A cena envolvendo a máquina do tempo aconteceu de verdade com Ruell e seus irmãos. 
Ruell foi quem ligou a máquina que deu um choque em um dos seus irmãos.

A trilha sonora do filme é ainda mais nerd e looser, com algumas musicas dos anos 80 e 90, que hoje são tidas como brega, destacando-se: "Forever Young" do Alphavill, "Larger than Life" do Backstreet Boys, "Canned Heat" do Jamiroquai e a clássica "Time after Time" por Cyndi Lauper.

 A história,  os personagens são cativantes, além da fotografia e cenário do filme que são um charme só ;)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Alice in Chains: novo álbum em 2012

Layne Staley
E o revival grunge continua em 2012, e uma das primeiras bandas a se manifestar sobre um novo álbum de estúdio é a veterana Alice in Chains,  então fãs de grunge, animem-se, que vem coisa boa por ai.

Coloquei o som da  banda pra tocar enquanto  escrevo essa postagem, que muito me alegro em repassar para os leitores do blog.

Além disso vou dar  uma breve relembrada da historia do Alice in Chains e o novo álbum que continua essa jornada :)

formada em 1987 na cidade-berço grunge, Seattle por Layne Staley e Jerry Cantrell a banda obteve um grande sucesso na década de 90, junto com o Pearl Jam e o Nirvana.

O grupo ganhou maior destaque em 1992 com os disco "Dirt, que trazias canções eternizadas com o vocal de Layne, a primeira do disco "Them Bones", seguida de "God Smack" e " Would" que são para começo de conversa clássicas.

Continuando sobre o álbum Dirt, com um som pesado e cheio de distorções, foi bem recebido tanto pela crítica, quanto comercialmente, álbum que entrou para o livro "1001 discos para ouvir antes de morrer" e continua a ser o álbum mais bem sucedido da banda até hoje.

A carrreira da bandas foi marcada por ótimos álbuns e problemas de Layne Staley com drogas.

álbum de 2009 com William Du vall no vocal
A banda nunca chegou a terminar oficialmente , mas nos últimos anos da década de 90, o vocalista Layne Staley afundava cada vez mais nas drogas e na depressão causada pela morte de sua namorada, Demri Parrott, que morreu de endocardite infecciosa em 1996.

O fim trágico do front-man ocorreu em 20 de Abril de 2002, quando foi encontrado morto em seu apartamento vitima de uma overdose letal de combinação de heroína e cocaína.

 Segundo a perícia  a data da morte  de Staley era  5 de abril, o corpo foi  encontrado já em estado de decomposição.

Chega a ser muita coincidência o triste fim de dois ícones grunge, lembrando que Kurt Cobain também  foi encontrado morto aproximada na mesma data e em mesmo estado.

Porém mesmo com a tragédia que abalou a banda e seus integrantes, depois de um hiato, em 2005 o Alice in Chains se reuniu novamente e em 2009 terminaram a gravação de seu primeiro álbum de estúdio em quatorze anos com o novo vocalista, William DuVall.

O álbum, intitulado "Black Gives Way to Blue", foi lançado no fimzinho daquele ano. Trazendo o mesmo peso e um vocal bem próximo de Layne, o que com toda a certeza não deixo os fãs decepcionados, além de ter agrada muito a critica e obter um elevado sucesso, o que levou a banda até mesmo a vir ao Brasil no Festival SWU, dou destaque para as canções "All Secrets Known"  e "Check my Brain" minhas favorítas :)
Nova formação da banda


O novo álbum que virá agora em 2012 será o segundo disco com William Duvall nos vocais, apesar de nos últimos tempos, o guitarrista e mente por trás da banda, Jerry Cantrell ter alguns problemas médicos que atrasaram o processo de escrita e criação do novo álbum, a banda pretende entrar em estúdio já nestes primeiros meses de 2012.

Em entrevista a revista Rolling Stone,  Jerry Cantrell também falou do antigo e emblemático vocalista da banda, Layne Staley e da homenagem que lhe é feita todos os anos desde a sua morte.

"A mãe de Laney faz um espetáculo de homenagem todos os anos e nós também participamos. É bom recordar aqueles que nos são queridos.
A vida é temporária e nós qualquer dia também morremos.

Esperemos que não seja tão cedo, mas, sim há pessoas que merecem ser homenageadas" revelou o criador do Alice in Chains.

2012 marca a data de 10 anos da morte de Layne Staley e nada melhor do que comemorar com um álbum novo da banda que o eternizou :)

Alice in Chains nos anos 90



Fontes:

1001 discos para ouvir antes de morrer
wikipédia

www.tvi24.iol.pt/musica




terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Anarquistas: Os inimigos do Estado Ontem e Hoje




" TOMAMOS O NOME ANARQUISTAS LIBERTÁRIOS PORQUE SOMOS INIMIGOS DO ESTADO"

Hoje vou falar do um movimento anarquista segundo minha visão impírica e histórica.

 Em busca de um sonho de liberdade que não seja essa falsa liberdade estampada na atual sociedade que vivemos.
 Os primeiros anarquista que vieram para o Brasil de nada tinham haver com movimento punk, skinheads ou qualquer outro seguimento, eram trabalhadores que vieram para esse pais em busca da "vita nuova" e o que encontraram por aqui foi totalmente ao contrário do que era especulado lá fora na época do turbilhão de guerras como a 1° Guerra Mundial e demais.

Porém esses anarquistas trouxeram uma herança valiosa e que talvez nem todo mundo sabe ou até esquece que é: A lutar pelos nossos direitos!

revolta operária
No inicio do séc. 20 o Brasil era o centro dos imigrantes em busca de trabalho e fuga das perseguições fascista que ocorriam na Italia e em paises como Espanha e Alemanha.

Além de Alemães muitos latinos.*(como bem se nota a grande presenças destes em todas as regiões deste pais), logo empregaram-se em fabricas e fazendas do interior de São Paulo sem deixar as ideias que trouxeram de sua terra natal.

Ideias que eram difundidas entre os trabalhadores, explorados como já sabemos por seus senhores, através dessas ideias que eram difundidas de operárioa operário, mais e mais, os trabalhadores frequentavam os sindicatos anarquistas , escolas e teatro que ensinavam a maneir anarquica e sem o abuso de poder.

Se analisarmos: trabalhar para um patrão, obedecer as leis e o governo e lógico, confessar nossos pecados ou paga o dizimo que garantirá nosso lugar no céu, naum parece uma forma de liberdade não é mesmo então porque as pessoas aceitam?Acenitam ser mandadas por outro ser?
O pricipal veiculo de comunicação na epoca era jornais, como "A plebe" e panfletos que circulavam entre os trabalhadores nas fabricas de operário a operário.
E muitas vezes escritos em italiano, os ideais anarquista criados pelo povo e não pelo Estado.

Em 1907 eclodiu a primeira greve Geral da História do Brasil, onde diversos operários paralisaram seus serviços e reivindicaram seus direitos  por uma menor jornada de trabalho e boas condições de trabalho.

A repressão foi a policia invadir a Federação dos trabalhadores e ir em embate com o povo protestante da greve, apreender documentos e militantes . 

E com a força o governo usou a extradição como forma de punir os estrangeiros envolvidos na revolta.

Cerca de 130 trabalhadores foram expulsos do Brasil, lembrando que alguns desses vinham fugidos de perseguições em seus paises e com a volta o que lhes aguardava era a morte....

Os trabalhadores que ficaram não desanimaram e em 1917,  cerca de 15 mil operários de vários setores paralisaram e organizaram uma passeata e novamente o que o Governo lhes deu foi um ataque ofencivo da policia aos militantes, avançou sobre a mutidão e com cavalos  e atirou contra os trabalhadores, matando o operário anarquista Antonio Martinez.  

O assassinato revoltou ainda mais os trabalhadores que agora viam o que o Governo, que dizia defender o povo, estava  oprimindo e abafando seus gritos por uma vida digna.

Eclodi então a greve Geral com 45 mil pessoas paradas no estado de São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná, com fabricas depredadas e ocorrência de diversos conflitos com a policia.

Os trabalhadores lutaram por seus direitos e foram atendidos tendo um aumento garantido de 20%, mas novamente estrangeiros foram expulsos do Brasil, e escolas anarquistas foram fechadas e proibidas em 1920. 

Com as ideias Socialistas que ganhavam força por causa da Revolução Russa no mesmo periodo e a revolução de 30 com Getulio no poder, os anarquista foram esquecidos e suas ideias deixadas de lado pela grande maioria que via agora solução com as ideias Socialistas e Comunistas.

Os sindicatos  anarquistas  foram absorvidos pelo estado e tornaram-se orgãos oficiais que não vão contra o governo mas que concilia o que é bom para ambos e bem vemos que acontece nos dias de hoje!

E no Brasil um pais Ditatorial e autoritário os sonhos libertários foram praticamente extintos, porém ainda sobrevive em uma pequena parcela que vai a lutar e sonha um dia ver o Estado ruir assim como sonhava lá no sec.19 Bakunin e tantosoutros anarquistas libertários.
De que forma os anarquista de hoje sobrevivem ?

A maneira que o anarquista vive hoje é um tanto diferente dos de lá de trás, para o governo não oferecemos perigo, já que o numero de anarquista é pequeno aqui no Brasil, a maneira que encontramos paar difundir o conhecimento é levando os ideais anarquistas aos jovens e pessoas a que mostre interesse ou curiosidade de conhecer, assim diceminando cada vez mais o anarquismo.

 O que se observa é cada dia mais um crescente interesse pelos ensinamentos e modo de vida anarquista e esse se enserindo em movimentos de lutar e de oposição ao poder.

Apesar da passividade o movimento anarquista ainda vive, as pessoas usam seus conhecimento e aplicam em suas vidas, gerando assim, uma nova visão e uma nova sociedade, onde um respeita o outro e luta pelo que acredita :)

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Hole: A origem do nome da banda de Courtney Love

Uterino Cansado: Hole:A origem do nome da banda de Courtney Love: Bem acho curioso o porque do nome Hole da banda de Courtney Love, vasculhando pelo tumblr achei esse pedaço de entrevista, onde ela fina...

Clube dos 27 é Mito!



Amy Winehouse
É assustador como as pessoas gosta mais de alguns cantores e rockstar, depois que eles morrem, em especial se envolve algum mito, alguma maldição.

Porém mais um mito acaba de ser desfeito, achei muito interessante o resultado dessa pesquisa, sobre o mito dos 27, acho estupido e muito julgatório e de mal gosto, dizer que cantores como Kurt Cobain,Amy, Janis e tantos outros sofreram maldição, como se fossem algum tipo criaturas perversas ou diabólicas, apenas foram vitimas do acaso e dos excessos.

A  bola da vez é a cantora Amy, que com sua morte, por uma provocada por excesso de álcool , reforça a tendência bizarra de estrelas do rock e músicos em geral de morrem aos 27.

O Clube 27 é o nome dado aos "rockstars", "Junkies" e rockeiros que morreram nessa idade destacando-se: Janis Joplin, Jim Morrison e Jimi Hendrix, os 3 Jotas.Além de integrantes do Grateful Dead, The Stogges e Nirvana.


Outros notáveis são: a lenda do blues Robert Johnson, que teria sido  envenenado em 1938 depois de  flertar com uma mulher casada.A banda punk The Gits teve um final sombrio.
Mia Zapata, a vocalista, foi estuprada e assassinada em 1993.

Outra morte curiosa mas pouco lembrada é de Kristen Pfaff, baixista das bandas Hole e Janitor Joe, que teve uma overdose em 1994, uma semana depois da morte do amigo Kurt Cobain, alguns amigos próximos afirmam que Kristen estava parando com as drogas, porém a morte de Kurt a balou profundamente, levando a baixista a uma recaída fatal.
.
Kristen Pfaff
Enquanto a fama pode aumentar o risco de morte dos músicos em plena juventude, provavelmente devido a uma vida de excessos, esse risco não se limita aos 27 anos, afirmam os autores do estudo, publicado em 20 de dezembro de 2011, na edição natalina do British Medical Journal.


Desde meados do século passado, mais de 40 intérpretes passaram a engrossar o chamado "Clube dos 27", integrados por jovens estrelas mortas com essa idade considerada "maldita".

Entre eles Brian Jones, co-fundador dos Rolling Stones, que se afogou em 1969, e a cantora espanhola Cecilia, morta em um acidente de trânsito em 1976.

Alguns deles morreram em acidentes, outros se suicidaram e muitos sofreram uma overdose de drogas ou álcool.

A equipe de Barnett pôs a toda prova a tese do "Clube dos 27" ao estudar o índice de mortalidade entre 1.046 músicos que colocaram pelo menos um álbum no topo das paradas britânicas entre 1956 e 2007.

Durante esse período faleceram 71 deles (7%), incluindo cantores melódicos, estrelas do Heavy Metal, roqueiros e até atores dos Muppets.

Os autores fizeram uma análise matemática para calcular a incidência dos 27 anos nos falecimentos, e determinaram que o risco de morte não alcança um pico a essa idade, embora entre 20 e 30 anos seja maior que entre a população geral.

Também comprovaram que houve muitas mortes entre músicos que tinham entre 20 e 40 anos na década de 1970 e no início dos anos 80.

Surpreendentemente, não ocorreram falecimentos nesse grupo de idade no final dos anos 80, algo que pode se dever à melhora nos tratamentos para overdose de heroína ou à mudança de estilo musical, que passou do hard rock de 1970 ao pop de 1980.

Por tudo isso, o estudo conclui que o "Clube dos 27" é apenas um mito, mas alerta sobre o maior risco de morte entre 20 e 30 anos.A ciência explica!  ;)

Algumas lendas do rock que se foram por acaso com 27:

Brian Jones
Kurt Cobain
David Alexander (dos Stooges)

Janis Joplin e Ron Pigpen McKernan (do Grateful Dead) os dois morreram com 27.

Fontes:

Musica Terra
Guia dos Curiosos
 Mdig
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...