sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Trajetória de Lemmy Kilmister: aos 66 anos uma lenda viva


Lemmy Kilmister ainda criança
Ian Fraiser Kilmister ou simplesmente Lemmy Kilmister é fundador da super banda de rock inglesa Motörhead. Nascido as vesperas do natal Lemmy, desde os 10 anos de idade já mostrava seu interresse por rock´n´roll, mulheres, cavalos e musica, elementos que sempre estiveram ligados a sua imagem de cara durão.
Aos 16, viu os Beatles tocarem no Cavern Club, depois aprendeu a tocar guitarra escutando o primeiro disco deles e dai nunca mais parou, hoje com 66 anos, é o maior exemplo de Lenda viva do Rock.

"O Motörhead apareceu em algum lugar próximo de 1979. Era um mix perfeito do melhor do Punk e Heavy Metal. Eles forjaram o caminho como líderes para todos nós, que formaríamos bandas posteriormente. Do Metallica ao Megadeth, passando por Alice In Chains, Soundgarden, Guns N’ Roses e assim por diante. Todos tiveram o Motörhead como influência." afirmou Duff ex- Guns n´roses.

Lemmy no inicio da carreira
Adorado pelos seus fãs por sua postura roqueira, estilo de tocar e timbre de voz marcante, mesmo com uma idade tão avançada Lemmy continua fazendo o que mais gosta que é cantar e pelo que tenho visto nem pensa em parar, este ano deu o ár da graça por aqui no "Rock in Rio" e apesar de mostrar-se já meio cansado nos vocais, ainda assim o show da banda foi um dos melhores do festival, junto com bandas como Slipknot e Metallica.
 O apelido "Lemmy" é pela mania que Lemmy tinha de pedir dinheiro emprestado aos amigos, em inglês: "lemmy a money", mas nem Lemmy sabe o porque deste apelido, desconhecendo sua origem.

 Ao fim de 2011 e já se tem suposições que o Motorhead vem novamente ao Brasil no inicio de 2012 para tocar em um festival no Maranhão, verdade ou não ainda não se sabe, mas é esperar para a banda vim novamente ao Brasil.
Essa postagens é em homenagem aos 66 anos de Lemmy kilmister, relembrando seus principais trabalhos musicas do Hawkwind ao The Head Cat, quem ainda não conhecia a história e a participação dele, nesses dois projetos vai saber um pouquinho aqui.


Anos 60 e Hawkwind
Antes de ser músico, Lemmy foi roadie de Jimi Hendrix, tocou em algumas bandas logo depois, sendo roadie da banda Hawkwind um dos primeiros grupos de Space Rock ( As letras envolvem temas urbanos e de ficção científica).

No Hawkwind ele ocupou o lugar do baixista e até mesmo chegou a escrever algumas canções, a ultima musica de lemmy escrita para o Hawkwind que apareceu no lado B de seu compacto "Ace Of Speed", de 1975.

Lemmy o primeiro a direita na epoca de hawkwind
Porém sua carreira na banda durou pouco mas é lembrada até hoje, sendo que a banda ainda está na ativa, com uma discografia longa e complexa.

Expulso da Hawkwind por ter sido detido no Canadá com anfetaminas, montou sua propria banda, originalmente chamada de Bastards, o que mais tarde seria o Motörhead.



Motörhead, Ace Of Spades e Ramones
 Motörhead é uma das maiores bandas de rock da Inglaterra, formada em 1975, pelo "cabeça motor", vocalista, letrista e baixista, Lemmy Kilmister, unico integrante remanecente, Phil Campbell na guitarra desde 1984 e Mikkey Dee na bateria desde 1992, com mais de 30 anos de carreira e mais de 20 albums de estudio lançados ao longo destes anos, o Motorhead se firma como uma das maiores lendas e influências do rock, seja metal , seja punk rock.

As maiores caracteristicas da banda é sem duvida seu peso e velocidade, o que para alguns se encaixa perfeitamente no genero Speed Metal, mas segundo Lemmy o Motorhead é apenas uma banda rock'n'roll,

O nome "Motörhead"é uma gíria americana usada por viciados em anfetaminas, lembrando que o Lemmy na epoca era usuario de anfetaminas.

Depois da gravação do que seria o primeiro álbum, On Parole, que não chegou a ser lançado pela gravadora por ser considerado pouco comercial, decidem chamar um segundo guitarrista para a banda, "Fast" Eddie Clarke. Larry Wallis logo sairia da banda, que voltaria então a ser, o primeiro álbum (auto-intitulado Motorhead) foi finalmente lançado em 1977 por uma gravadora pequena.

Overkill, segundo álbum, foi o primeiro lançado por uma gravadora grande, em 1979, gerando o primeiro hit da banda, o cover "Louie Louie".

 "Ace Of Spades" de outubro 1980, foi o album o que lançou a banda  e o auge do Motörhead e até hoje é um dos sigles mais tocados a banda alcançou o grande público e fez da banda uma das maiores da Cena Heavy Metal e teve relançada a gravação inédita do princípio de carreira.

Lemmy com Joey Ramone
Falar em Motörhead sempre me lembrara a maior banda de punk rock que já existiu os Ramones e querendo ou não a banda de quem Lemmy sempre foi fã marcou a historia do Motorhead, que homenageou a Banda de Joey Ramone em um album especial "1916" e com direito a canção R.A.M.O.N.E.S. que também é uma das maiores do Motorhead.

"1916" foi lançado no ano de 1991.O disco, nono da discografia, dentre os destaques do álbum estão: a faixa-título, que faz uma reflexão sobre as mortes que ocorreram durante a 1ª Guerra Mundial e é uma balada atípica e lenta em se tratando de "Motörhead".

  A banda de Lemmy Kilmister resolveu fazer uma homenagem aos Ramones, com R.A.M.O.N.E.S., que foi posteriormente gravada pelos próprios Ramones no álbum “Greatest Hits Live”, como uma das duas faixas bônus do álbum e também, os punks novaiorquinos a executaram em seu último show, com participação de Lemmy, essa performance pode ser vista e ouvida no CD/vídeo, “We’re Outta Here”, de 1997, o que comprova que o Motörhead agrada a “gregos e troianos”, ou seja, tanto punks quanto metaleiros curtem as obras de Lemmy e sua gangue e, claro destaque para a faixa, “Going To Brazil”, que a banda compôs após a sua primeira visita ao nosso país. E é evidente que toda vez que eles vêm ao Brasil, a execução desta é obrigatória.

O disco alcançou a 24ª posição nas paradas britânica e foi indicado para o Grammy na categoria de Melhor Performance de Metal, em 1992.
Motörhead no auge dos anos 80
E para terminar de falar de Motorhead, tem Material novo da batendo na porta , já em fevereiro de 2012 será lançado a caixa “Complete early years”, com toda a produção da banda entre os anos de 1977 e 1984.
O luxuoso box, que terá o formato da Snaggletooth  (caveira símbolo da banda), celebra os 35 anos de carreira do trio liderado pelo lendário baixista e vocalista Lemmy Kilmister.

Motörhead atual
Entre os destaques da caixa comemorativa estão os oito primeiros álbuns de estúdio da banda ("Motorhead", "Overkill", "Bomber", "Ace of spades", "No sleep 'till hammersmith", "Iron fist", "Another perfect day", e "No remorse"), os singles lançados nos primeiros anos ("Beer drinkers and hell raisers", "Louie Louie", "Golden Years EP", "St. Valentine's Day massacre", "Killed by death", "Stand by your man" e "Shine") e uma espécie de guia ilustrado sobre o Motörhead, além de programas de turnês antigas.


Lemmy tem sofrido bastante com os shows do Motörhead, alega que está quase surdo, devido ao alto volume dos seus amplificadores,m mas ainda nem pensa em parar sua carreira.

The Head Cat e a lenda Lemmy Kilmister


O The Head Cat é o mais recente trabalho paralelo de Lemmy, um trio de rockabilly que toca clássicos do rock´n´roll e musicas que são consideradas "rock de verdade" e não poser segundo Lemmy, contando a participação de Danny B. Harvey do "Rockats" e "13 cats" e Slim Jim baterista do "Stray Cats". 

O nome do grupo é uma trocodilho com o nome de suas bandas principais  ('head' de Motörhead e 'cat' de Stray Cats e 13 Cats).

Da mesma maneira que  fez com o Headgirl, quando o Motorhead fez parceria com à banda Girlschool.  A bandas já conta com três disco, que segundo as criticas e opiniões que tenho lido pelo mundo virtual os três são otimos, tem muito material do the Head Cats expalhado na internet, vídeos e versões ao vivo que valem muito a pena.



Fontes:
Wikipedia.org
http://culturaefutebol.wordpress.com
www.vansucks.blogspot.com

www.hateandtrust.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...