sexta-feira, 22 de julho de 2011

Ramones e Covers (Atualizado)





* Texto publicado originalmente no "Pipoca e Nanquim" por Daniel Lopes

Uma das coisas mais legais para se fazer quando você curte uma banda é descobrir quais são as influencias dela para fazer tal som, parece ser essencial para muitos saber quem são os ídolos dos seus ídolos e isso fica muito evidente quando a banda faz covers em algumas ocasiões para homenagear aqueles que são suas referências musicais e isso acaba abrindo portas para se conhecer novas, ou melhor, velhas bandas e ampliar a número de discos para comprar.

Um grupo que sempre fez muitas versões, sendo estas muitas vezes até mais famosas que as originais, foi o RAMONES, que inclusive gravaram um álbum, o Acid Eaters (1993), só com releituras de alguns clássicos (ou não), entre eles The Who, Creedence, Bob Dylan, Rolling Stones, Beach Boys…

No caso, esta matéria, aborda apenas as músicas de outros discos, pois às vezes nem se sabe que a música não era de autoria de um dos Ramones.


Música: Let’s Dance (gravada no álbum: Ramones, 1976)

Artista original: Chris Montez

Montez gravou em 1962 o single “Let´s dance” influenciado pelo sucesso de Ritchie Valens e por sua herança latina, era filho de mexicanos, com esse som ele conquistou o quarto lugar da Billboard e o segundo lugar nas paradas inglesas. Não conseguiu muito mais que isso,  fora ter tido uma briga, com direito a soco na cara, com John Lennon em um bar em Londres, quando este derrubou uma garrafa de cerveja na cabeça de Montez, que claro, ficou puto.


Música: Surfin’ Bird (gravada no álbum: Rocket to Russia, 1977)

Banda original: The Trashmen


The Trashmen foi formado em 1962 e era basicamente um grupo de Surf Music com elementos de rock de garagem. Quando gravaram o insano hit “Surfin` Bird” em 1963 obtiveram sucesso quase imediato, chegando ao quarto lugar da Billboard. Além dos Ramones essa canção também foi gravada pelos Beach Boys (olha eles ai outra vez), The Cramps e Sodom, só por curiosidade, ela também é tocada em “Nascido para matar” de Stanley Kubrick.



Música: Do You Wanna Dance? (gravada no álbum: Rocket to Russia, 1977)

Artista original: Bobby Freemam


Bobby Freeman  é um  cantor Soul afro-americano. A música “Do You Want To Dance?” gravada em 1958 quando tinha apenas 17 anos e foi seu maior hit, foi gravada também pelos Beach Boys (uma das maiores influencias para os Ramones). Em 1964 também emplacou o hit “C’mon and Swim“. Após esses dois sucessos a sua carreira deu uma esfriada, mas continuou a excursionar até o ponto de se apresentar em clubes de striptease para se sustentar.


Musica: California Sun (gravada no álbum: Leave Home, 1977)

Banda Original: The Rivieras


Álbum: Let’s Have A Party (1964)

The Rivieras só tiveram um único grande sucesso, que foi a música em questão, que no ano de 1964 chegou a ficar em quinto lugar na Billboard. Lançaram apenas dois álbuns, Let’s Have A Party (1964) e Campus Party (1965).

Música: Needles And Pins (gravada no álbum: Road to Ruin, 1978)

Banda original: The Searchers


Álbum: The Searches (coletânea com 84 músicas)

The Searchers é uma banda de Liverpool, que participou da chamada invasão britânica, seu ápice aconteceu entre 1964 e 1965, nesse período lançaram seus maiores sucessos, entre eles “Sweets for my sweet“, “Needles and Pins“, “Don’t throw your love away” e “Love Potion nº 9”.

Música: Come On Let’s Go (gravada no álbum: Rock ‘N’ Roll High School, 1979)

Artista original: Ritchie Valens


Álbum: The Best Of Ritchie Valens

Ricardo Steban Valenzuela Reyes, mais conhecido como Ritchie Valens  era descendente de mexicanos, nascido no subúrbio de Los Angeles. Seu grande sucesso foi a canção “La Bamba“, que anos mais tarde nomearia um filme sobre sua vida, outras músicas suas que alcançaram as paradas de sucesso foram “Come on Let´s Go” e  “Donna”, Ritchie Valens foi um dos primeiros rock stars latino. A carreira de Ritchie Valens estava em ascendência durante a época Rockabilly. Mas, em 03 de fevereiro de 1959, Buddy Holly, Big Bopper e Valens (com 17 anos) morreram em um trágico acidente de avião. Esse incidente ficou conhecido como “o dia em que a música morreu”.

Música: Baby, I Love You (gravada no álbum: End of the Century, 1980)

Banda Original: The Ronettes


Grupo de garotas formado no início dos anos 60 em NY,conhecidos principalmente por ter trabalhado com o produtor Phil Spector. O grupo era formado pela vocalista Veronica Bennett, sua irmã Estelle Bennett, e sua prima Nedra Talley. Suas músicas mais famosas são  “Be My Baby”, “Baby I Love You“, e “Walking in the Rain“.

Música: I Need Your Love (gravada no álbum: Subterranean Jungle, 1983)

Banda original: The Boyfriends


The Boyfriends surgiu em  1972. A banda tinha como integrantes  Bobby (guitarra, vocais) Paddy (baixo, vocais), Burnie (guitarra, vocais) e Donny (bateria). A banda originalmente tinha o nome The Poppees e contava com Bobby e Paddy na formação e foi uma das primeiras bandas a tocar no lendário CBGB, com isso ficaram amigos de bandas como Ramones, Blondie, Johnny Thunders e Patty Smith e com o contato com essas bandas o som do Poppes começou a se tornar mais pesado, “I need your love” é dessa safra. Quando o Poppes acabou, Bobby e Paddy querendo continuar com o som mais raivoso começaram a procurar outros integrantes para formarem The Boyfriends. A trajetória do Poppes e do Boyfriends é praticamente a mesma, pois ambas sempre tiverem como integrantes principais a dupla Bobby Dee Waxman e Paddy Williams Lorenzo.

Música: Little Bit O’Soul (Gravada no álbum: Subterranean Jungle, 1983)

Banda original: Music Explosion


Álbum: A little bit of soul (1967)

A Banda Music Explosion teve como único hit esta música, que foi um sucesso tremendo durante o movimento chamado Bubblegum.

Música: Time Has Come Today (gravada no álbum: Subterranean Jungle, 1983)

Banda original: Chambers Brothers


The Chambers Brothers é uma banda formada realmente por irmãos, são quatro Chambers: George (Baixo e guitarra), Willie e Joe (Guitarra) e Lester (Gaita) mais o baterista Brian Keenan. Eles lançam em 1967 seu primeiro álbum, que leva o mesmo nome do hit,  “Time has come today”, com ele chegam ao 11# da Billboard em 1968. A primeira versão dessa música era psicodélica e tinha 11 minutos, mas ela também foi editada em um formato mais comercial. O grupo, assim como seus conterrâneos da costa oeste dos EUA, o Sly and the Family Stone, também rompeu barreiras de raça e musicalidade para fazer um som que fundia funk, gospel, blues e psicodelia.

Música: Indian Giver (gravada no álbum: Ramones Mania, 1988)

Banda original: 1910 Fruitgum Company


Álbum: The Best of the 1910 Fruitgum Company: Simon Says

The 1910 Fruitgum Company foi formada em 1965 e gravou em 1968 a música , “Simon Says” sendo esta seu primeiro hit, depois do sucesso deste single gravaram outro chamado “1-2-3 Red Light“. Outra bola dentro foi “Indian Giver” o terceiro hit do grupo, que foi para as paradas de sucesso americana e inglesa. A banda continuou lançando outras coisas, mas nada com a significância das três primeiras músicas. A banda chegou a se apresentar com grandes nomes como Beach Boys, Sly and the Family Stone em alguns festivais e turnês.

Música: Palisades Park (gravada no álbum Brain Drain, 1989)

Banda original: Freddy Cannon


“Palisades Park”  foi escrita por Chuck Barris e se tornou um sucesso com Freddy Cannon, que gravou a música pela primeira vez em 1962 para o lado B do seu single “June, July and August“, mas quando o disquinho chegou na principal rádio da cidade de Flint, Michigan, colocaram erroneamente o lado B para tocar, o pessoal que ouviu adorou a música e acabou que Palisades Park fez mais sucesso que a música do ladoA. Algum tempo depois o Beach Boys regravou essa música e sua popularidade só aumentou.

Música: I Don’t Wanna Grow Up (gravada no álbum: Adios Amigos, 1995)

Artista Original: Tom Waits


Álbum: Bone Machine (1992)

Thomas Alan Waits é um músico multi-instrumentista e ator com uma voz inconfundível. Seu primeiro álbum Closing Time foi lançado em 1973 e começou a abrir alguns shows de ninguém menos que Frank Zappa. A música de Tom Waits é dificilmente rotulada por um único gênero. Em seus álbuns pode se deparar com quase tudo, rock, jazz, folk, country ou diversos outros estilos e ritmos musicais.

Música: I Love You (gravada no álbum: Adios Amigos, 1995)

Banda Original: Johnny Thunders And The Heartbreakers


Johnny Thunders  formou em 1971 com seus companheiros de colégio a banda pré-punk New York Dolls na qual atuava como vocalista e guitarrista, lançou dois álbuns, The New York Dolls (1973) e Too Much Too Soon (1974).  Após sair do New York Dolls, formou a banda Johnny Thunders & The Heartbreakers.

Durante uma viagem à Inglaterra no fim dos anos 80 conheceu Dee Dee Ramone e com ele pretendia montar uma banda, chegaram a fazer alguns ensaios e tentaram gravar um álbum, porém Johnny Thunders estava se afundando cada vez mais na heroína e chegou a roubar um casaco de Dee Dee, que revoltado destriu a guitarra de Thunders e o projeto da banda acabou. Thunders morreu de overdose de metadona e heroína em 1991.

Música: Any Way You Want It (gravada no álbum: We’re Outta Here, 1997)

Banda original: Dave Clark Five


Álbum: Coast to Coast (1965)

The Dave Clark Five foi uma banda de british rock, que conseguiu emplacar alguns hits, entre eles, “Glad All Over“, “Because” e “Bits and Pieces“.O grupo era formado por Dave Clark (bateria), Mike Smith (vocais e teclado), Lenny Davidson (guitarra), Rick Huxley (baixo) e Denis Payton (saxofone, gaita e guitarra). Um fato interessante e incomum dessa banda era que o líder era o baterista Dave Clark, que tocava e cantava com sua bateria posta bem ao centro do palco, deixando os guitarristas e o teclado no canto do palco.

Música: Take It As It Comes (gravada no álbum: Mondo Bizarro, 1992)

Banda original: The Doors


Dispensa maiores apresentações.










Um comentário:

  1. Belo apanhado, algumas delas eu jé nem lembrava que eram covers, o mais legal é ver que mesmo sendo versões eles conseguem deixar as músicas com a cara da banda... Parabéns pelo excelente post...

    Deia uma lida depois no artigo que escrevi: Joey Ramone: a revolução e o estrago em minha vida...
    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/2011/04/joey-ramone-e-o-estrago-em-minha-vida.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...