terça-feira, 30 de novembro de 2010

Jogos Mortais chega ao fim (será?)

       Jogos Mortais é como um especial do Roberto Carlos : Todo ano tem! Mas parece que Jigsaw finalmente resolveu dar fim a saga (hammm),  pelo menos é o que parece, neste ano temos o Jogos Mortais: O final que era pra ser o VII.
    Pra quem não lembra vamos recorda um pouco de cada um desses filmes que nos fizeram enlouquecer vendo seus jogadores nunca apreenderem a lição: Um tem que ajudar o outro para sair vivo e lógico vencedor!
tudo começa em 2004,com Jogos Mortais, que mesmo sendo o primeiro não deixa de ser o melhor.A questão é: Você seria capaz de matar seu companheiro e serrar o próprio pé para fugir de uma armadilha?
Jogos Mortais II
 Um dos jogadores tem que mergulha em uma piscina de seringas para achar uma chave que talvez seja a da saída.
Jogos Mortais III
Um juiz corrupto dentro de um tonel se afogando em viceras de porco trituradas.
Jogos Mortais IV
 Esse até hoje me faz ficar arrepiada, uma mulher presa em uma cadeira com um cilindro na cabeça, puxando o cabelo dela ate arrancar o couro cabeludo(hum mm)...
Jogos Mortais V
Cruel até demais,talvez o mais alucinante da serie. O jogador tem que esmagar a própria mão para fugir,mas coitado ainda assim e cortado ao meio.Perdeu o jogo ,mas o importante é competir!
Jogos Mortais VI
Os 6 jogadores estão presos num carrossel.Quando para, um deles fica na mira de uma arma e pimba menos um no jogo!
E para fechar com saga de ouro está serie de arrepiar Jogos Mortais : O final
Num vou falar o que acontece no filme, mas, imagine dois caras brigando com armas de peso por uma mulher que tem um caso com os dois, quem será o vencedor se terá vencedor ... esse como os outros nos faz reflectir sobre elaboradas questões envolvendo o valor da vida. O desenvolvimento do macabro legado de Jigsaw faz de Jogos Mortais uma das mais inteligentes sagas da nova geração de filmes de terror, que chega ao fim utilizando tecnologia 3D que não acrescenta em nada diante da grandiosidade da série,além da participação do fronte-man do Linkin Park ,Chester que participa do filme, vale a pena ver.

fonte Mundo Estranho (revista)

domingo, 28 de novembro de 2010

Menos carne mais saúde

       O simples ato de comer pode torna-se uma ferramenta para preserva nosso planeta, porém só é possível com cada pessoa agindo individualmente e respondendo por suas ações, uma atitude em favor do coletivo.
Ou seja mais auto gestão!

Parece papo de doido mas não é veja como:

Coma alimentos produzidos na região onde você mora,assim se gasta menos transporte dessa comida de outras regiões do Brasil ou do mundo.Imagine na quantidade de gás carbono jogados no ár só para transporta esses alimentos, industrializados ou até mesmo naturais.
Procure saber de onde vem ,como é tratado o que você põe no prato quem te garante que não está com alguma bactéria ou sei lá o quê.
Reveja a sua alimentação e se reeduque parece bobagem mas muitas pessoas tem hábitos cruéis para qualquer estômago humano.
Mesmo não podendo alimentar-se só de vegetais saldavéis e frutas frescas procure aumenta-los em sua alimentação.
Enfim chego ao ponto principal...diminua o consumo de carne ,essa é ainda infelizmente o prato preferido de muita gente.
18%, da emissão de Gás Carbono se origina da pécuaria.
8% da água consumida no mudo é para esses animais beberem.
Infelizmente o numero de bovinos só tem aumentado,imagine o quanto de florestas e destruído para servir de aréas de pastagens.
Mas para colaborar não é preciso a parti de agora virar um vegetariano.Atitudes simples farão grandes diferenças, como comer carne apenas algumas vezes por semana.
Aumentar o consumo de ovos e legumes produzidos de preferência em casa a granja é outro problema a ser abordado.
Lembre-se a maioria das guerras, doenças mundiais,divisão de classe entre as pessoas foram causadas pela carne,sim!pela carne.
Aumente o consumo de milho e grãos,sempre de muito milho e arroz,cereais em geral,batatas legume e vegetais da pra viver e ser feliz! Se nossos antepassados viviam sem o Fastfood porque nós não podemos?
Já pensou como o seu bife a carne que você pode comer daqui a pouco se originou?
Provavelmente não,mas eu posso lembrar: Imagine um frango gordo,adulto,em uma gaiola de 50cm de cada lado,esse frango está acompanhado de mais 5 aves no mesmo estado que ele e do lado milhares de outras gaiolas iguais,em um lugar com pouca ventilação.
O bico dessas aves é cortado ainda bem jovens,para que comam sem seleccionar e assim engordem mais e mais.É como se você comesse tudo o que viesse pela frente sem poder escolher o que quer, apenas com uma finalidade: Engorda!
Se fazermos uma visão humana disso é como se essas aves fossem os judeus que viviam presos sem uma ideia de respirar um ár que não fosse as selas.mas no caso é pior ainda elas desde que nascem vivem assim sem uma gota de liberdade.Você de pensar são aves e fodasse e pronto mas são seres como nos e merecem viver nesse mundo também.
Onde encontra-se nossos valores! Tudo bem criar uma galinha e comer mas desde que seja mudada a forma como são criadas.
Não só aves, mas vários animais que consumimos como comida.No caso do gado é triste ver caso onde a pele do animal e arrancada ainda com ele vivo...
Mas num sistema onde tudo é mercadoria o os animais passaram a também serem mercadorias baratas e sem tratamento adequado.

450 MILHÕES de animais mortos todos os anos,40% a mais na contribuição do aquecimento global!
Desses animais mais da metade estão infectados com bactérias mortais e doenças como a hiper tensão e vírus de outras doenças que só apareceram a partir de um tempo.
A maioria das pessoas se dizem preocupadas com o meio ambiente,maus tratos dos animais,mas em casa, na vida pessoal faz alguma coisa de verdade?
"Deixar de alimentar-se de carne é um ato de coragem é ir contra a natureza humana..."
Mas esses valores foram criados por quem? Pelos seus pais ? ou por um sistema que dita o que é certo e errado...
Vai de você ler e não fazer nada afinal sua auto gestão depende de você mesmo reveja seus conceitos diante da sociedade de consumo...
Mais verde de floresta e não de pastagens

fonte de pesquisa:
Nósmesmupruduz (midia alternativa)
Revista Galileu (Fastfood)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Mamonas assassinas e contagiosas

       De repente me bateu uma saudade de Dinho e sua turma os Mamonas Assassinas,então resolvi matar a saudade com essa postagens.
   Era 1995 eu piralha ainda mas me lembro bem a banda que mais me fascinava na época :Mamonas Assassinas!sem nem pensar duas vezes...
Poderia falar sobre o acidente que os levou a um triste fim ,mas não quero deixar aqui minha forma de agradecimento por tantos momentos divertidos que nunca serão manchados com droga de tristeza por morte ou qualquer coisa.
O feito da banda foi maior que qualquer coisa naquela época de bandas românticas e bem cafonas pra ser sincera,por que no Brasil as bandas queriam ser como as gringas e esqueciam de ser originais ,queriam ser o Guns o Nirvana,o The Cure. Mas eles não ate tentaram ser sérios mas as malandragens de fora dos palcos resolveram sair de trás das cortinas e aprontar todas nos palcos do rádio,televisão e tudo que tivessem direito na época.
Todo mundo (não adianta fingir) seja velho ,jovem e criança piraram com tantas bobagens e palhaçadas e acima de tudo alegria sempre...
O sucesso dos Mamonas foi tão grande e ainda é que se você parar para olhar as bandas pós Mamonas existem muitas que seu lema é o bom humor...e eu pergunto de onde vem a inspiração?Punk, brega, funkeiro... sempre existe alguém que os tem como ídolo máximo.E eu tenho apenas que agradecer por fazerem minha infância e até hoje uma diversão só...

sábado, 20 de novembro de 2010

Edward Mãos de tesoura 20 anos

        Começa a parceiria de Tim com Depp ,parceria essa que ficou marcada por filmes que marcaram a nossa geração e para pessoas que como eu nasceram em 1990 foi como se a vida enteira Tim nos presentiasse a cada ano e novo filme com um presente que nos faz rir, chorar, desvendar mistérios e no fim de cada filme querer mais e mais e mais...Mas eu não poderia deixar de falar do filme que foi o mais importante de minha infância que era sagrado as tardes frias ( lógico por que senão fosse com céu totalmente nublado não tinha o mesmo encanto), na sala com minha irmã do lado,simplismente mágico!

   Um filme de 1990 que encaixa nos gêneros de terror e fantasia o roteiro é feito apartir da história de Caroline Thompson e Tim Burton.
   O filme trata da vida de Edward Scissorhands ou simplesmente Edward mãos de tesoura.
   Onde uma vendedora de cosmeticos acidentalmente descobre um jovem que mora sozinho em um castelo no topo de uma montanha e que na verdade foi criado por um inventor seu pai no caso, que morreu sem conseguir dar mãos ao estranho ser,antes de morrer, o "pai" de Edward iria presenteá-lo com um par de mãos criadas por ele no natal. semas mãos ele possui apenas enormes lâminas e tesouras no lugar delas, depois das tesouras, a primeira coisa que chama atenção em Edward são suas cicatrizes no rosto, feitas evidentemente por alguém que só dispunha de tesouras no lugar das mãos, sua pele excessivametne pálida o associa a imagem de um cadáver,as roupas não ajudam e, claro isto o impede de poder se aproximar dos humanos, a não ser para criar revolucionários cortes de cabelos, mas ele dá vazão à sua solidão interior ao podar a vegetação em forma de figuras ou esculpir imagens no gelo. No entanto, Edward é vítima da sua inocência e, se é amado por uns, é perseguido e usado por outros.Na casa da vendedora de cosmeticos Edward tem muita dificuldade em conviver, devido principalmente ao preconceito demonstrado pela vizinhança, mas pouco a pouco vai-se tornado popular devido aos talentos que tem...mas no fim nem tudo é o que se esperava para um filme da epóca,Edward triste ou para mim melhor assim, continua em seu frio castelo a podar árvores e o gelo só mas agora sabendo o que há lá enbaixo na cidade cheia e luzes e pessoas boas e ruins.
O elenco conta com :

Johnny Depp.... Edward Scissorhands

Winona Ryder .... Kim

Dianne Wiest .... Peg

Anthony Michael Hall .... Jim

Kathy Baker .... Joyce

Robert Oliveri .... Kevin

Conchata Ferrell .... Helen

Caroline Aaron .... Marge

Vincent Price .... o inventor ou pai de Edward

Agora 20 anos depois ainda nos faz refletir pois é uma excelente opção para se discutir o problema da intolerância e aceitação da diferença em oficinas de trabalho que discutam as situações desestabilizadoras nas instiuições do Estado e da sociedade. O filme é curto, tem uma mensagem clara e as simbologias postas podem ser facilmente trabalhadas. A velha tese está lá de uma nova maneira: não aceitamos a diferença porque pensamos conhece-la. Precisamos ultrapassar os limites impostos pelo preconceito para de fato conhecer o outro. É o conchecimento real das pessoas que faz com que a identidade virtual que criamos daquilo que é considerqado "bizarro" e "ameaçador" seja desconstruída. Sob o manto da diferença se esconde sempre os "novos" matizes do humano. Aliás, creio que esse é o real, uma radical (re)construção do conhecimento do outro e de nós mesmos, por que não?
Umas fotos para matar a saldades dessa criatura que nos fez e faz seres melhores:

                                        dificil não se apaixonar por esse jeito  de ser

                                           Edward sempre vai morar em nossos corações


Essa é uma edição especial procure na internet que da pra encontrar para comprar aqui no Brasil... 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...